Transportes Governo recebe sindicato para tentar que greve seja desconvocada

Governo recebe sindicato para tentar que greve seja desconvocada

O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) está reunido esta tarde de sexta-feira com o Governo no Ministério das Infraestruturas. O sindicato anunciou horas antes a intenção de suspender a greve a partir do início de uma reunião a ser agendada pelo Governo com um mediador do Executivo e com a Antram.
Governo recebe sindicato para tentar que greve seja desconvocada
Lusa
O Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) estão reunidos esta tarde de sexta-feira com o Governo no Ministério das Infraestruturas. O Executivo tentará convencer os dirigentes sindicais a desconvocarem a greve, razão invocada pela Antram para encetar negociações.

Na reunião com o ministro da tutela, Pedro Nuno Santos, estão presentes o presidente do sindicato, Francisco São Bento, e o vice-presidente e porta-voz, Pedro Pardal Henriques. Bruno Fialho, que ontem surgiu enquanto mediador designado pelo SNMMP, também está presente na reunião com o ministro Pedro Nuno Santos. Contudo, segundo apurou o Negócios, Fialho participa neste encontro enquanto parte da delegação do sindicato e não com qualquer função de mediação.

A delegação do SNMMP chegou ao Ministério pouco depois das 16:00, tendo o presidente do sindicato afirmado que uma vez que as condições para se iniciarem as negociações parecem estar criadas, poderá ser iniciada a negociação. E, se assim for, a greve será suspensa, revelou Francisco São Bento, à chegada ao Ministério das Infraestruturas, acompanhado por Pedro Pardal Henriques. 

 

O líder do SNMMP adiantou que "o convite foi feito por parte do Ministério das Infraestruturas" e que " a partir do momento em que se iniciem as negociações", com "todas as partes" envolvidas presentes será decretada a suspensão da greve.

 

Se as negociações se efetivarem, o sindicato levará o que for negociado ao plenário agendado para domingo e os filiados votarão. Se houver "aceitação [da proposta] será feito o levantamento da greve. Se não a partir da meia-noite de segunda-feira" a greve volta a estar ativa, explicou Francisco São Bento à entrada para o Ministério.


O sindicato anunciou horas antes a intenção de suspender a greve a partir do início de uma reunião a ser agendada pelo Governo com um mediador do Executivo e com a Antram.

No comunicado, o SNMMP indicava que o Governo tinha nomeado esta sexta-feira um mediador e considerava que "estão criadas as condições necessárias para todas as partes se sentarem à mesa". Mas fontes governamentais indicaram ao Negócios que não tinha sido nomeado nenhum mediador.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI