Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo apoia defesa do consumidor com 52 mil euros

A Direcção-geral do Consumidor entregou hoje apoios financeiros no valor global de 51,9 mil euros a 11 associações de consumidores e cooperativas de consumo, anunciou a tutela. No total, os gabinetes de apoio aos sobreendividados da associação Deco já totalizam 323 mil euros desde 2000.

Negócios negocios@negocios.pt 09 de Setembro de 2008 às 15:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Direcção-geral do Consumidor entregou hoje apoios financeiros no valor global de 51,9 mil euros a 11 associações de consumidores e cooperativas de consumo, anunciou a tutela. No total, os gabinetes de apoio aos sobreendividados da associação Deco já totalizam 323 mil euros desde 2000.

Em comunicado emitido pela Secretaria de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, a tutela adianta que as 11 associações agora beneficiadas são: Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores (Deco); Associação Portuguesa de Consumidores dos Media (ACMEDIA); Associação de Consumidores de Portugal (ACOP); Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC); Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI); Associação de Técnicos Profissionais de Informação e Consumo (ATPIC); Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP); Federação Nacional das Cooperativas de Consumidores (FENACOOP); Pluricoop; União Geral de Consumidores (UGC); e COOP Ramalde.

Os projectos destas 11 entidades envolvem, entre outras vertentes, “o financiamento dos Gabinetes de Apoio aos Sobreendividados da Deco” refere a mesma informação, “que desde 2000 já receberam do Estado português um montante de 323 mil euros”, adianta.

Os restantes projectos e acções, “na sua maioria de continuidade”, envolvem “a educação para os media, a divulgação técnica e científica dos direitos dos consumidores; a formação e sensibilização dos jovens em idade escolar e pré-escolar; a informação aos consumidores através de apoio jurídico específico e a formação dos recursos humanos ao serviço das associações de consumidores”.


Ao valor de 51,9 mil euros, deve juntar-se o montante investido no I Concurso “Jovem Consumidor Responsável”, no valor de 16 mil euros, “iniciativa direccionada às associações juvenis, desenvolvida em parceria com o Instituto Português da Juventude (IPJ), e numa primeira fase envolveu a apresentação de 17 candidaturas.


Desde 2005, “o volume de apoios públicos às associações de consumidores e cooperativas de consumo ascende ao montante de 544,2 mil euros”, adianta o mesmo comunicado.

Ver comentários
Outras Notícias