Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo espanhol adia decisão sobre Hidrocantábrico para depois de Setembro

O Governo espanhol só deverá decidir o levantamento, ou não, dos direitos de voto da Electricidade de Portugal (EDP) na Hidrocantábrico depois de Setembro.

Duarte Costa 31 de Julho de 2001 às 11:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Governo espanhol só deverá decidir o levantamento, ou não, dos direitos de voto da Electricidade de Portugal (EDP) na Hidrocantábrico depois de Setembro, noticiou hoje o jornal espanhol «ABC», não citando fontes.

Fonte oficial do ministério da Economia espanhol contactado pelo Negocios.pt não confirmou esta notícia do jornal espanhol.

Segundo o mesmo periódico, o Executivo de Aznar não se deverá pronunciar antes de conhecer o parecer da Comissão Europeia.

O Governo espanhol «congelou» os direitos de voto da EDP [EDP] e do consórcio Ferroatlántica e EnBW na Hidrocantábrico, uma vez a lei espanhola que impede que empresas detidas por capitais públicos exerçam direitos superiores a 3% em empresas do sector eléctrico espanhol. A EDP é detida a 31% pelo Estado, enquanto a Electricité de France é a principal accionista da alemã EnBW.

A EDP controla directamente na Hidrocantábrico uma posição de 19,2% e, em conjunto com a parceira Cajastur, cerca de 35%, enquanto a Ferroatlántica e EnBW detêm 59,99% da eléctrica das Astúrias.

Às 11h16, a EDP negociava nos 3,03 euros (607 escudos), a ganhar 1%.

Mais lidas
Outras Notícias