Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo espanhol levanta suspensão dos direitos de voto da EDP na Cantábrico

O Governo espanhol vai, hoje ou na próxima sexta-feira, levantar a suspensão dos direitos de voto da EDP e da EnBW na Hidroeléctrica del Cantábrico, noticiou a Gaceta de los Negócios.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 05 de Outubro de 2001 às 13:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Governo espanhol vai, hoje ou na próxima sexta-feira, levantar a suspensão dos direitos de voto da EDP e da EnBW na Hidroeléctrica del Cantábrico, noticiou a Gaceta de los Negócios.

Os direitos de voto da EnBW, participada em 34,5% pela EdF, e da Electricidade de Portuga [EDP] na Cantábrico foram suspensos até ao limite de 3%, pelo facto de estas duas empresas serem participadas por capitais públicos.

Segundo o jornal espanhol, o comunicado a anunciar esta decisão do Governo espanhol está já redigido, esperando-se apenas o anuncio da aprovação pela realização do Conselho de Ministros, o que acontece hoje. No entanto uma decisão sobre esta matéria poderá acontecer apenas na próxima sexta-feira.

A Comissão Europeia já tinha aprovado a entrada da Electricité de France (EDF) no capital da Hidrocantábrico, uma posição detida através da EnBW.

A EnBW, em conjunto com a Ferroatlántica, detém 59,7% da Cantábrico, enquanto a EDP e a Cajastur controlam cerca de 34% do capital da quarta maior eléctrica espanhola.

A EDP já admitiu estar em conversações com a EnBW com vista a reforçar a sua posição na eléctrica espanhola, até obter uma participação de controlo.

A EDP fechou a subir 4,33% para os 2,89 euros (579 escudos).

Ver comentários
Outras Notícias