Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo espanhol poupa 4,6 mil milhões aos consumidores de energia eléctrica

Nova lei hoje aprovada vai baixar em 4,6 mil milhões de euros a factura de electricidade dos consumidores e agravar os custos das empresas em 1,3 mil milhões de euros.

Negócios negocios@negocios.pt 23 de Dezembro de 2010 às 14:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
O Governo espanhol aprovou hoje uma nova legislação para o sector eléctrico, para responder ao aumento dos custos e evitar que estes se traduzam numa subida acentuada nos preços da electricidade.

O objectivo passa por poupar 4,6 mil milhões de euros aos consumidores até 2013, sendo que para as empresas de electricidade, a alteração representa um custo adicional de 1,3 mil milhões de euros, refere o “Expansion”.

São três as medidas aprovadas pelo executivo de Zapatero que penalizam as empresas. O apoio social foi prolongado por um ano, foi criada uma tarifa adicional na geração de energia e as empresas vão suportar mais custos nos planos de eficiência energética.

O ministro da Indústria, Miguel Sebastián, explicou que o objectivo da alteração da lei passa por assegurar que “todos os agentes contribuam para a redução do défice tarifário, e não só os consumidores”.

O mesmo responsável adiantou que, com esta alteração, o Governo evita também subidas bruscas no preço da electricidade. A decisão de congelar a subida prevista para Janeiro de 2011, que podia chegar aos 10%, foi também confirmada.

Quase metade da poupança estimada de 4,6 mil milhões de euros corresponde ao corte na remuneração da energia fotovoltaica, que sofre uma descida de 30%. As poupanças com esta medida ascendem a 2,2 mil milhões de euros, sendo que na energia termossolar as poupanças ascendem a 891 milhões de euros.

O Governo aprovou também que os cinco milhões de famílias mais pobres vão ficar com as tarifas congeladas até 2013.

Ver comentários
Saber mais electricidade energia
Mais lidas
Outras Notícias