Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo norte-americano pode obrigar GM e Chrysler a pedirem protecção contra credores

A General Motors e a Chrysler pode ser forçadas a pedir protecção contra credores pelo Governo norte-americano, de forma a garantir o pagamento da ajuda estatal no valor de 17,4 mil milhões de dólares.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2009 às 09:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A General Motors e a Chrysler pode ser forçadas a pedir protecção contra credores pelo Governo norte-americano, de forma a garantir o pagamento da ajuda estatal no valor de 17,4 mil milhões de dólares.

Actualmente, o Executivo norte-americano surge em segundo lugar na lista de credores das duas empresas, após o Citigroup, o JP Morgan e o Goldman Sachs. No entanto, o Governo quer garantir que os contribuintes vão ser os primeiros a receber o pagamento do empréstimo feito à General Motors e a Chrysler.

Se as autoridades federais não conseguirem chegar a um acordo sobre esta questão, o Governo tem a opção de forçar as duas empresas a pedir protecção contra credores. O governo financiaria, assim, a falência das duas empresas com o chamado "devedor em posse" ou empréstimo DIP, um estatuto que dá ao Executivo prioridade sobre os outros credores.

As duas empresas recusaram realizar as suas reestruturações ao abrigo do Capítulo 11, afirmando que esta opção afastaria os compradores e levaria à sua liquidação. A GM e a Chrysler têm até dia 17 de Dezembro para mostrar os progressos feitos desde Dezembro, altura em que receberam a ajuda Governamental.

Ver comentários
Outras Notícias