Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo quer falar com François Hollande sobre auto-estradas de energia

Lisboa vai abordar o Executivo gaulês sobre os corredores de energia que são essenciais para Portugal vender electricidade e gás para o resto da Europa.

Reuters
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Governo português quer falar com François Hollande sobre as interligações energéticas entre a Península Ibérica e França.

Estas auto-estradas de energia são estratégicas para Lisboa, de forma a Portugal poder vender a electricidade produzida pela energias renováveis. Mas também vender para o resto da Europa o gás natural descarregado em Sines. Como o gás de xisto norte-americano, cuja primeira exportação para a Europa chegou recentemente ao terminal da Galp em Sines.

"Temos apostado essencialmente no reforço da interligação entre a Península Ibérica e França e que servirá Portugal. E temos apostado muito no reforço político dessas opções. Em todas as reuniões, é um tema sempre em cima da mesa por parte de Portugal", disse o secretário de Estado da Energia esta quinta-feira, 19 de Maio.

"Vamos ter um conselho de ministros europeu no início de Junho e um dos contactos que queremos fazer e desenvolver, já foi feito a outros níveis, é com o Governo francês sobre esta questão", disse Jorge Seguro Sanches durante o congresso da União Internacional de Gás (IGU) que decorreu em Lisboa. "Estamos convencidos que vamos ter bons resultados".

O objectivo é que até 2020 os corredores de electricidade entre Espanha e França permitam transportar até 10% da produção eléctrica em Espanha. Actualmente, transportam cerca de 6% desta energia.

O governante sublinhou que apesar do reforço das interligações estar "muito centrado na electricidade", o Governo não descura o gás natural.

Lisboa considera que é "fundamental que a questão do Midcat possa ser resolvida", em referência ao gasoduto entre Espanha e França.

Isto vai permitir que Portugal coloque no seu "plano de investimentos a terceira interligação de gás entre Portugal e Espanha, que consideramos absolutamente essencial para que possa ser um contributo para Sines, que é fundamental para o nosso sistema gasista", sublinhou o secretário de Estado.

A terceira ligação de gás entre Portugal e Espanha vai ficar localizada entre Mangualde e Zamora.

Ver comentários
Saber mais Península Ibérica França Governo Portugal Espanha Sines secretário de Estado da Energia gás energia Jorge Seguro Sanches
Outras Notícias