Empresas Governo vai alargar vistos gold a "cérebros"

Governo vai alargar vistos gold a "cérebros"

O Governo está a estudar a criação de vistos especiais para profissionais altamente qualificados, start-ups" e cientistas que queiram vir para Portugal.
Governo vai alargar vistos gold a "cérebros"
Miguel Baltazar
Maria João Babo 17 de abril de 2016 às 17:00
O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, sublinhou sexta-feira, num almoço/debate com empresários, que o Governo quer passar a considerar "um conjunto de situações mais alargado" no programa dos "vistos gold".

O responsável explicou que o Executivo pretende que o investimento imobiliário continue a ser elegível. Mas "queremos também criar vistos especiais para profissionais altamente qualificados que querem vir trabalhar para Portugal, para start-up e para cientistas", disse.

No almoço/debate organizado pela Associação Like Portugal Business Club, o ministro da Economia adiantou também o programa de residente não habitual "está a ser atacado por alguns países europeus". Caldeira Cabral deu o exemplo da Finlândia, mas garantiu que "não é o único país que levantou este problema".

Em causa estão pressões de países nórdicos para que Portugal altere as regras dos "vistos gold", alegando questões de segurança.

Na sua intervenção no almoço/debate, o responsável sublinhou que "melhorar a imagem de Portugal continua a ser preciso", mas destacou pela positiva o que o país tem para oferecer em termos de recursos humanos e infra-estruturas.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI