Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Greve ameaça parar comboios amanhã

A greve convocada para amanhã pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF) ameaça paralisar quase todos os comboios no país, segundo indicou ao Negocios.pt fonte da CP.

Ana Suspiro asuspiro@mediafin.pt 28 de Abril de 2003 às 15:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A greve convocada para amanhã pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário (SNTSF) ameaça paralisar quase todos os comboios no país, segundo indicou ao Negocios.pt fonte da CP.

A única linha em que se prevê que o serviço opere com a normalidade é a da Lousã. De resto, a transportadora prevê «graves perturbações» em todos os serviços, incluindo suburbanos, inter-urbanos e regionais.

A empresa já contratou transportes alternativos para o serviço suburbano, prevendo a circulação de 200 autocarros na região de Lisboa e 70 no Porto.

A greve abrange os principais sindicatos da CP, da Refer - Rede Ferroviária Nacional e da EMEF (empresa de manutenção da CP), com a excepção do sindicato dos maquinistas SMAQ. A acção representa um protesto contra a proposta salarial das administrações das duas empresas para 2003.

A proposta, que no caso da Refer já foi parcialmente aplicada, prevê aumentos de 1,5% para salários abaixo dos mil euros e o congelamento para os restantes, em linha com a política definida pelo Governo para função pública.

A prevista paralisação da quase totalidade da circulação ferroviária será sobretudo provocada pela adesão à greve dos trabalhadores da Refer, responsáveis pelo comando e controlo, o que inviabiliza a circulação de comboios, não obstante o sindicato dos maquinistas (SIMAQ) não ter convocado greve.

No caso da CP, a divisão entre propostas salariais para salários inferiores a mil euros é de apenas 0,25%, adiantou uma fonte da transportadora.

Esta tarde está marcada uma reunião entre os representantes sindicais e a transportadora no IDICT (Instituto de Desenvolvimento e Inspecção das Condições de Trabalho), organismo do Ministério do Trabalho para tentar resolver o impasse.

Outras Notícias