Turismo & Lazer Grupo brasileiro Orient reabre salas de cinema em dez centros comerciais da Sonae Sierra

Grupo brasileiro Orient reabre salas de cinema em dez centros comerciais da Sonae Sierra

As salas de cinema estavam encerradas desde o final de Janeiro e eram anteriormente exploradas pela Socorama. As novas empresas parceiras esperam que as salas sejam todas reabertas até ao final de 2013.
Inês Balreira 06 de agosto de 2013 às 16:07

Dez centros comerciais da Sonae Sierra vão voltar a disponibilizar a exibição diária de cinema, uma vez que a empresa portuguesa assinou contrato com o Grupo Orient, que opera no mercado brasileiro há mais de 20 anos e mais recentemente também no mercado angolano.

 

O novo acordo firmado entre as duas empresas vai permitir a reabertura de 60 salas de cinema em dez centros comerciais da Sonae Sierra, que se encontravam encerradas desde o final de Janeiro.

 

As salas em questão eram ocupadas pela Socorama, que em Janeiro pediu insolvência, alegando dívidas que ascendem a 12 milhões de euros, entre fornecedores, entidades bancárias e trabalhadores. Neste mesmo mês a exibidora portuguesa anunciou o encerramento de quase metade das 106 salas de cinema que explora no país. Várias destas salas tinham sido adquiridas à Castello Lopes no final dos anos 1990.

 

Em Abril, a Socorama comunicou que iria apresentar um plano recuperação, aprovado em assembleia de credores, suspendendo assim a liquidação da empresa.

 

Com este contrato firmado entre a Sonae Sierra e a Grupo Orient o AlgarveShopping, o Centro Comercial Continente de Portimão, o Parque Atlântico, o Serra Shopping, o RioSul Shopping, Estação Viana Shopping, o LeiriaShopping, o LoureShopping, o MadeiraShopping e o 8ª Avenida vão voltar a ter sessões de cinema.

 

Em comunicado divulgado esta terça-feira, a Sonae Sierra indica que a abertura de todas as salas está prevista até ao final de 2013 e o processo será feito de forma faseada.

 

Em 2012, o Grupo Orient teve uma facturação global de cerca de 30 milhões de euros e mais de 4,5 milhões de espectadores nas salas que explorava.