Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo de ex-sócios da PLMJ exige em tribunal dois milhões de euros

Os advogados que saíram da firma em 2007 reivindicam lucros alegadamente não pagos. A sociedade contrapõe e pede 2,6 milhões por perda de clientes.

João Maltez jmaltez@negocios.pt 14 de Julho de 2010 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Um grupo de ex-sócios da PLMJ está a exigir em tribunal uma verba de dois milhões de euros relativos a alegados lucros que a sociedade não lhes terá entregue. A situação remonta a 2007, ano em que os advogados em causa deixaram a firma para abrirem um escritório próprio. Segundo o Negócios apurou, a PLMJ recusa pagar aquela verba e pretende mesmo ser ressarcida em 2,6 milhões de euros, por alegados danos causados pela perda de clientes.

O processo em causa, que está a correr nas varas cíveis de Lisboa, no Palácio da Justiça, tem por base acontecimentos que remontam a 2007, ano em que duas dezenas de advogados da PLMJ, entre os quais cinco sócios do escritório, decidiram sair da firma, alegadamente em divergência com uma decisão de reestruturação interna da sociedade.


logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias