Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gualter Morgado: “Salário de 2.000 euros ‘limpos’ para estofadores, mas não os encontramos”

Gualter Morgado, diretor executivo da associação do setor mobiliário (APIMA), denuncia que a escassez de mão-de-obra está a promover um “esquema de chantagem” nas empresas.

A indústria portuguesa de mobiliário, que exporta 1,9 mil milhões de euros, está a viver uma crise de mão-de-obra.
Paulo Duarte
Rui Neves ruineves@negocios.pt 02 de Novembro de 2021 às 09:30
  • Partilhar artigo
  • 23
  • ...

Quais são os fatores que estão a determinar esta escassez de mão-de-obra?

São vários os fatores que levam a esta situação. É um setor que paga acima da média, com remunerações médias bastante elevadas, dificilmente encontramos hoje, por exemplo, um estofador a ganhar menos de dois mil euros “limpos” por mês...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Gualter Morgado mobiliário
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias