Banca & Finanças Guerra de bancos privados põe 140 milhões fora da Caixa
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Guerra de bancos privados põe 140 milhões fora da Caixa

Os credores BCP, Santander e EuroBic reclamam em tribunal que a CGD e o Banif, acionistas da falida Finpro, não têm direito a receber um só cêntimo dos 140 milhões de euros da massa falida da sociedade.
Guerra de bancos privados põe 140 milhões fora da Caixa
António Paula Santos foi o mentor e líder da Finpro entre 1998 e 2014.
Egídio Santos/Negócios
Rui Neves 13 de fevereiro de 2019 às 23:38

Em agosto de 2007, após a Finpro ter investido 500 milhões de euros em três grandes aquisições internacionais (participações nas britânicas Thames Water e Cory, e no operador portuário espanhol )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI