Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Analistas: "Esperávamos que a Nos fosse mais agressiva na subida de preços"

A Nos anunciou um aumento de preços médios de 2% a 2,5%. O Haitong esperava mais, realçando que este aumento não cobre os custos associados aos conteúdos desportivos, apontando para a possibilidade de a operadora voltar a subir os preços em 2017.

O Haitong avalia as acções da Nos em 7,60 euros, o que implica um potencial de valorização 41%. A recomendação é de comprar.

O banco de investimento assinala que depois de um período de “forte crescimento e investimentos, a Nos atingiu as suas metas de quota de mercado e crescimento dois anos antes do previsto”. 2017 deverá ser um “ano muito importante” para a empresa liderada por Miguel Almeida, pois deverá marcar uma inflexão na estratégia da cotada, passando a privilegiar a geração de “cash flow” e a remuneração aos accionistas, em detrimento da conquista de quota de mercado.

Devido ao reduzido nível de endividamento, o Haitong estima que a Nos seja “mais agressiva” no seu compromisso com o pagamento de dividendos, “compensando os investidores pela espera nos últimos anos marcados pelo forte investimento”. A estimativa aponta para um dividendo por acção de 25 cêntimos a pagar este ano, o que compara com 16 cêntimos no ano passado. Em 2018 a remuneração accionista deverá subir para 38 cêntimos e em 2019 para 46 cêntimos.
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 17 de Novembro de 2016 às 09:14
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...

A operadora Nos vai aumentar entre 4% e 5% os preços a partir de Dezembro. A confirmação foi dada por Miguel Almeida, presidente executivo da Nos, esta quarta-feira, 16 de Novembro, durante uma conferência promovida pelo Morgan Stanley em Barcelona, segundo a Bloomberg. Fonte oficial da operadora acrescenta ao Negócios que esse valor é em alguns segmentos específicos, mas que o "impacto médio é metade, de 2 a 2,5%".

"Esperávamos que a Nos fosse mais agressiva na subida de preços e que talvez implementasse aumentos de preços que em média se situassem entre 4% a 5% dada a necessidade de anular o aumento de custos associado aos conteúdos desportivos", afirma o analista Nuno Matias numa nota do Haitong publicada esta quinta-feira, 17 de Novembro.

 

"Uma subida média de 2% a 2,5% não é diferente do aumento de preços implementado nos últimos dois anos e, na nossa perspectiva, é insuficiente para cobrir completamente o aumento de custos com os conteúdos desportivos", acrescenta a mesma fonte.

 

O analista acredita por isso que "mais tarde, em 2017, a empresa vai subir novamente os preços", realçando que quer a Vodafone quer a Meo fizeram aumentos mais agressivos, com alguns segmentos a superarem os 7%. 

"Estamos de alguma forma desapontados com o aumento de preços que a Nos está a implementar", especialmente depois das subidas de preços mais agressivos efectuadas pela Vodafone e pela Meo, afirmam os analistas do BPI.

 

À semelhança do Haitong, o BPI apontava para um aumento médio de 7% para "anular parcialmente a subida de custos dos conteúdos." Este banco de investimento tem uma avaliação de 6,40 euros e uma recomendação de "comprar" para a Nos.


O Haitong tem um preço-alvo de 8,0 euros para a Zon, mais 42,8% do que a actual cotação (5,603 euros) e uma recomendação de "comprar".

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 


Porque foram aumentados agora os preços nos pacotes de televisão?


Negócios explica porque estão as operadoras a aumentar os preços
A carregar o vídeo ...
As operadoras de telecomunicações aumentaram o preço dos pacotes de televisão. Sara Ribeiro, jornalista do Negócios, explica porquê.


(Notícia actualizada com análise do BPI)

Ver comentários
Saber mais Miguel Almeida Haitong Nos Vodafone Meo telecomunicações
Outras Notícias