Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Hotéis e restaurantes vão ter lotação limitada e controlo de temperatura

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) pede o apoio do Governo para adquirir equipamentos de proteção individual e medidores de temperatura corporal.

O estado de emergência limitou a atividade dos restaurantes à entrega ao domicílio ou ao takeaway.
Miguel Baltazar
Ana Sanlez anasanlez@negocios.pt 22 de Abril de 2020 às 20:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...

Os estabelecimentos de restauração e hotelaria terão de obedecer às regras de um Guia de Boas práticas quando voltarem a abrir portas. O documento está a ser preparado pela Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

Numa nota enviada esta quarta-feira, a associação detalha que o guia "abordará temas como a formação para empresários e trabalhadores" ou a "reorganização dos espaços e capacidade máxima". Ontem, à saída de uma reunião com o primeiro-ministro, o vice-presidente da AHRESP, Carlos Moura, reconheceu que está em cima da mesa a hipótese de limitar a lotação dos espaços para metade. 

Também haverá regras de controlo de entrada nos estabelecimentos, "como a medição de temperatura corporal", tanto para colaboradores como para clientes. 

Serão reforçadas as regras de higiene pessoal e criadas novas normas de distanciamento social. Do guia farão ainda parte indicações sobre o "fardamento e equipamentos de proteção individual" e "regras de limpeza e desinfeção". 

A preparação e a confeção de alimentos, bem como os menus e o serviço, também serão sujeitos a novas normas. Haverá requisitos específicos para as opções de self-service, buffets, take away, delivery e drive-in.

A AHRESP vai ainda debruçar-se sobre "procedimentos em caso suspeito", nomeadamente com a possível criação de uma zona de isolamento e de um plano de contingência que cubra estas situações. 

Será ainda criado um "selo distintivo" para "transmitir confiança aos consumidores". Este "indicará que as regras de funcionamento estão em conformidade com as disposições legais".


A associação da hotelaria não esconde que a retoma da atividade vai trazer "fortes constrangimentos" às empresas, que terão como consequência uma redução de faturação. Pelo que apela ao Governo por apoios ao setor, "particularmente no que diz respeito à manutenção dos postos de trabalho, bem como à compra de equipamentos de proteção individual e medidores de temperatura corporal". 


As conclusões da AHRESP seguem-se à reunião que a associação manteve ontem com o Governo, na qual foram discutidas "as condições de uma possível reabertura dos estabelecimentos do canal HORECA".

Quando estiver fechado, o Guia de Boas Práticas será enviado à Secretaria de Estado do Turismo, para ser validado pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e a Direção Geral de Saúde (DGS) antes de entrar em vigor nos hotéis e restaurantes. 

Ver comentários
Saber mais Associação da Hotelaria Restauração e Similares de Portugal AHRESP turismo restauração
Mais lidas
Outras Notícias