Turismo & Lazer Hotéis Tivoli recorrem ao Processo Especial de Revitalização

Hotéis Tivoli recorrem ao Processo Especial de Revitalização

A não concretização da venda dos hotéis Tivoli antes da insolvência da Rioforte acelerou o processo de pedido de ajuda do grupo hoteleiro.
Hotéis Tivoli recorrem ao Processo Especial de Revitalização
Ana Torres Pereira 08 de janeiro de 2015 às 13:26

A Tivoli Hotels & Resorts recorreu ao Processo Especial de Revitalização (PER) em duas das suas empresas – Hotéis Tivoli SA e Marinotéis, SA, anunciou a empresa em comunicado.

 

A cadeia hoteleira, detida pelo Grupo Espírito Santo, explica que o PER "surge na sequência da insolvência do accionista do Grupo Tivoli em Portugal - Rio Forte Investments (Luxemburgo) – e não vai afectar o normal funcionamento das várias unidades hoteleiras, que durante o processo irão estar totalmente operacionais".

 

Em comunicado, o CEO do Tivoli diz confiar "na total e rápida recuperação económica da empresa".


O responsável afiança que já têm confirmado "o apoio de uma instituição financeira, que disponibilizou uma linha de financiamento para podermos fazer face aos nossos compromissos durante esta fase, e as diferentes negociações em curso deverão permitir-nos concluir este processo com brevidade".

 

Manuel Espírito Santo, na Comissão Parlamentar de Inquérito à gestão do BES e do GES, explicou que a venda dos hotéis Tivoli estava nas mãos de quem participar na liquidação da Rioforte.

 

"Neste momento, quem tem a decisão são os liquidatários da Rioforte", afirmou Manuel Fernando Espírito Santo na audição de 16 de Dezembro. "Já não somos nós, infelizmente", acrescentou o responsável da família Espírito Santo que estava na liderança não executiva da Rioforte.

 

Eram vários os nomes que surgiram interessados na aquisição do Tivoli, nomeadamente a Minor Internacional, no entanto estas manifestações de interesse nunca se chegaram a concretizar.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI