Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Iberdrola aumentará dividendos anuais na proporção do crescimento dos lucros

A Iberdrola vai aumentar os dividendos anuais a distribuir aos accionistas na mesma proporção do crescimento dos lucros, anunciou a eléctrica espanhola detida em 3% pela EDP que assegura um aumento de 5% nos dividendos.

Bárbara Leite 20 de Agosto de 2003 às 17:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Iberdrola vai aumentar o nível de dividendos anuais a distribuir aos accionistas na mesma proporção do crescimento dos lucros, anunciou a eléctrica espanhola detida em 3% pela Electricidade de Portugal (EDP) que assegura um aumento de 5% nos dividendos.

A companhia adoptou esta política de acompanhar o crescimento dos dividendos com o ritmo de subida dos lucros depois de impostos, seguindo a estratégia delineada para o período entre 2002/2006, de redução da dívida e de crescimento sustentado dos resultados.

«A decisão da Iberdrola ratifica o seu firme compromisso com o incremento da retribuição ao accionista, em paralelo com o crescimento dos lucros depois de impostos e assegurando em todo o caso um aumento de 5% nos dividendos tal como reconhece o plano estratégico aprovado pelo conselho de administração da empresa em Setembro de 2001», acrescenta em comunicado.

Esta política não vai alterar, no entanto, a política de investimentos previstos da eléctrica de 12 mil milhões de euros entre 2002 a 2006, nem o objectivo de redução de 50% da dívida.

A Iberdrola registou entre Janeiro e Junho, lucros de 505,6 milhões de euros, mais 12,6% do que o alcançado em igual período do ano passado. Neste período, a eléctrica espanhola alcançou um «cash flow» de 1,003 mil milhões, o que representou um incremento de 15,3% face a igual período do ano passado.

O total de investimentos previstos para 2003 ascende a 2,8 mil milhões de euros. No primeiro semestre, a produção da Iberdrola superou os 40.860 Gwh, tendo elevado a sua quota de mercado para os 31,2%.

No mês de Agosto, a procura do mercado cresceu a um ritmo de 18%, destacando-se as subidas em Madrid, Valência, Extremadura, Múrcia, Castilla Y Leon e La Rioja.

Desde o inicio da implementação do plano estratégico (Janeiro de 2001), até 31 de Julho deste ano, a rentabilidade total para o accionista da Iberdrola situou-se nos 12,28%, face a uma rentabilidade negativa de 15,91% do Ibex 35 e uma evolução negativa de 25,92% no índice sectorial europeu (Dow Jones Stoxx).

«O crescimento da procura, a maior quota de produção e angariação de novos negócios confirmam a tendência dos resultados do primeiro semestre até ao final deste ano», adianta a mesma fonte.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] encaixou cerca de cinco milhões de euros com a distribuição de dividendos da Iberdrola relativos ao exercício de 2002, o que representou um crescimento de 5,7% nos dividendos atribuídos aos accionistas.

No ano passado, os lucros aumentaram 6,4% para 963 milhões de euros, acima dos 905 milhões de euros de 2001.

A Iberdrola que controla 4,75% no capital da EDP encerrou nos 15,39 euros, a subir 0,59%, enquanto a eléctrica nacional ao encerrar nos 2,01 euros valorizou 0,50%.

Outras Notícias