Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Iberdrola reforça na EDP em 2006 aos preços praticados em 2005

O reforço da posição da Iberdrola no capital da EDP foi feito a um preço médio de 2,39 euros por acção, um nível 19% aquém da cotação média da eléctrica ao longo de 2006.

Negócios negocios@negocios.pt 28 de Abril de 2006 às 08:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O reforço da posição da Iberdrola no capital da EDP foi feito a um preço médio de 2,39 euros por acção, um nível 19% aquém da cotação média da eléctrica ao longo de 2006.

Aliás, o preço implícito nas compras da eléctrica espanhola, que diz ter feito as aquisições em bolsa, nem sequer foi praticado pela bolsa ao longo deste ano, já que as acções da EDP só desceram no mercado até aos 2,58 euros, segundo os dados da Bloomberg e da Reuters.

A passagem dos 5,70% para os 9,50% implicou a compra por parte da Iberdrola de cerca de 139 milhões de acções e, tendo em conta o valor que a Iberdrola diz ter gasto na operação (332 milhões de euros), o custo médio de cada acção da eléctrica nacional não passou dos 2,39 euros. Este valor foi praticado em bolsa só até ao dia 1 de Dezembro de 2005.

Este valor também fica muito aquém da cotação actual da empresa liderada por António Mexia. As acções da EDP encerraram ontem o dia em queda de 1,25%, para os 3,15 euros, um patamar 32% acima do preço médio pago pela Iberdrola.

Caso a compra da Iberdrola fosse feita à cotação actual, o investimento necessário seria superior aos 437 milhões de euros. Os analistas do BPI, em reacção a este último reforço, afirmam que estas notícias podem "aumentar a especulação na EDP".

Ver comentários
Outras Notícias