Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ibersecurities sobe preço alvo da PT para nove euros

O Ibersecurities reviu em alta o preço alvo da Portugal Telecom (PT) dos 8,50 euros para os 9,00 euros, após reduzir, no modelo de avaliação, o prémio de risco para o mercado doméstico e brasileiro.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 10 de Fevereiro de 2004 às 12:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Ibersecurities reviu em alta o preço alvo da Portugal Telecom (PT) dos 8,50 euros para os 9,00 euros, após reduzir, no modelo de avaliação, o prémio de risco para o mercado doméstico e brasileiro. O banco de investimento estima uma quebra de 40% nos lucros da operadora em 2003.

A Portugal Telecom (PT) [PTC] desvenda as contas a 4 de Março. Os analistas do banco de investimento espanhol prevêem que os lucros da empresa caíam dos 391 milhões de euros para os 222,4 milhões de euros.

Em termos operacionais, as receitas da PT terão evidenciado um crescimento de 3,5% para 5,777 mil milhões de euros, enquanto o EBITDA (lucros antes dos juros, impostos, depreciações e amortizações) terá aumentado 2,5% para 2,286 milhões de euros.

O banco subiu o preço alvo para a PT dos anteriores 8,50 euros para os actuais nove euros, citando as boas perspectivas para o mercado brasileiro e o programa de recompra de acções próprias, que deverão ajudar a evolução das acções. A operadora, até ao final deste ano, terá de proceder à recompra de 7% do capital próprio.

No modelo de avaliação DCF (“cash flow” descontado),o Ibersecurities reviu em baixa o prémio de risco para o mercado nacional (de 5% para 4%), e para o mercado brasileiro (de 9,5% para 7,5%). Uma taxa de juro mais baixa no modelo, significa que o valor actual dos “cash flows” seja maior no modelo de avaliação.

Considerando uma taxa ‘Wacc’ (custo médio ponderado do capital empregado) de 11,3%, e uma taxa de crescimento perpétua de 2%, a casa chega assim ao novo preço alvo, que corresponde a um potencial de valorização de 3,69% face à cotação de fecho da véspera.

O analista da casa espanhola prevê que a PT, por ter uma liquidez menor do que a Telefónica, continue a negociar com um desconto de 0% a 5%. As acções da PT negociavam em subida de 0,12% para 8,64 euros.

Ver comentários
Outras Notícias