Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

INAC investiga mas não intervém na Air Luxor

O Instituto Nacional da Aviação Civil (INAC) não vai intervir, para já, nas operações da companhia aérea Air Luxor cujos atrasos consecutivos afectaram centenas de pessoas no primeiro fim de semana do ano.

Negócios negocios@negocios.pt 06 de Janeiro de 2004 às 08:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Instituto Nacional da Aviação Civil (INAC) não vai intervir, para já, nas operações da companhia aérea Air Luxor cujos atrasos consecutivos afectaram centenas de pessoas no primeiro fim de semana do ano.

A entidade supervisora da aviação comercial fez uma inspecção no aeroporto de Lisboa e recebeu um relatório com explicações detalhadas da Air Luxor. O INAC, que se vai manter atento, concluiu que não houve irregularidades, mas sim uma sucessão de anomalias.

Uma das razões que terá contribuído para os atrasos de horas na entrega das bagagens foi o facto da companhia ter começado no início do ano a assegurar a assistência em terra aos seus aviões, "self-handling", no aeroporto de Lisboa, depois de ter rompido o contrato com a Portway.

A licença para o "handling" é concedida pelo INAC, mas o operador aeroportuário tem de salvaguardar se a entidade tem condições e equipamento para prestar o serviço.

Ver comentários
Outras Notícias