Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Insolvências de empresas aumentam pela primeira vez em sete anos

Neste passado mês de janeiro, nasceram 5.174 empresas, mas as insolvências aumentaram quase 19%, invertendo a tendência do ano anterior.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 12 de Fevereiro de 2020 às 13:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

Há um ano, assistia-se ao mês de janeiro com mais empresas criadas da última década. Mas, no mesmo mês de 2020, muito mudou: não só a criação de empresas caiu mais de 20%, como as insolvências, que estavam a diminuir há sete anos, deram um salto de quase 19%, segundo os dados do barómetro Informa D&B. 

Neste passado mês de janeiro, nasceram 5.174 empresas, menos 21% do que no mesmo período de 2019. Uma quebra que é transversal a todos os setores de atividade, com exceção dos transportes, onde nasceram mais 17,3% de empresas do que em janeiro de 2019.

Por outro lado, as insolvências em janeiro aumentaram 18,6% face ao período homólogo. Desde 2013 que este indicador registava uma tendência contínua de diminuição. No ano passado, a queda nos novos processos de insolvência já não foi tão forte como nos anos anteriores, prenunciando alterações nesta tendência, que se acentuou no último trimestre de 2019.

 

Serviços empresariais e agricultura e outros recursos naturais são os únicos setores que não registam uma subida das insolvências. Apesar de um aumento muito reduzido (+2%) as Indústrias são o setor com mais casos de novas insolvências (52). Olhando às localizações, em Lisboa, Setúbal e Aveiro crescem as insolvências mas no Porto e Faro existe uma redução.

 

Numa nota mais positiva, o encerramento de empresas teve uma redução muito acentuada em todos os setores. No primeiro mês de 2020 encerraram menos 43,2% de empresas do que no período homólogo.

 

Ver comentários
Saber mais economia negócios e finanças Informação sobre empresas indústria transformadora
Outras Notícias