Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins quer redução de dívida em 36% até final do ano

Em entrevista ao Negocios.pt, Luís Palha explica como pretende reduzir a dívida da Jerónimo Martins em 36% até final do ano, e o objectivo de «break-even em 2003. O processo de venda de activos na Polónia deverá ficar terminado no final de Outubro.

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 07 de Setembro de 2001 às 19:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Em entrevista telefónica ao Negocios.pt, Luís Palha explica como pretende reduzir a dívida da Jerónimo Martins em 36% até final do ano, e o objectivo de «break-even em 2003. O processo de venda de activos na Polónia deverá ficar terminado no final de Outubro.

O administrador financeiro da Jerónimo Martins explica como a reestruturação da empresa e cisão em duas permitirá à empresa reduzir a sua dívida, e afirma que a segunda maior distribuidora nacional «tem alternativas» à suspensão da operação, depois de credores terem apresentado em tribunal a oposição à mesma.

Luís Palha explana também a política de cobertura de risco cambial da empresa e argumenta como «condicionantes circunstanciais» penalizaram os resultados semestrais, que somaram 47 milhões de euros (9,42 milhões de contos).

A venda de activos na Polónia, as cadeia Jumbo e Eurocash, deverá ficar concluída até final de Outubro, mas os maus resultados no Brasil não são suficientes para equacionar a saída de um mercado «com grandes oportunidades», diz.

New Page 2

Veja aqui na íntegra a entrevista a Luís Palha.

Mais lidas
Outras Notícias