Empresas Jogo no Estoril e Lisboa gera 166 milhões de euros

Jogo no Estoril e Lisboa gera 166 milhões de euros

As receitas de jogo, sem contar com o bingo, geradas pelos casinos portugueses, no ano de 2006, ascenderam a um montante aos 353,2 milhões de euros, mais 45,5 milhões de euros face ao homólogo.
Ana Torres Pereira 17 de maio de 2007 às 17:21

As receitas de jogo, sem contar com o bingo, geradas pelos casinos portugueses, no ano de 2006, ascenderam a um montante aos 353,2 milhões de euros, mais 45,5 milhões de euros face ao homólogo.

"Este crescimento é justificado, em termos gerais, por uma ligeira recuperação do sector e, em particular, pela abertura em Abril de 2006, do Casino Lisboa", refere a Estoril-Sol.

Em termos desagregados, as receitas de jogo de máquinas registaram em 2006 um crescimento de 12,4%, tendo as receitas dos jogos tradicionais crescido 30,6%.

A Estoril Sol III, através dos Casinos Estoril e Lisboa, detém 47% de quota de mercado e obteve receitas de jogo no montante de 166 milhões de euros, mais 39 milhões do que no exercício anterior.

O Casino Estoril, responsável por 31,6% das receitas de jogo geradas em casinos portugueses, obteve, em 2006, proveitos de jogo no montante de 112,2 milhões de euros, menos 11,7% que no exercício de 2005, sendo esta quebra de receitas explicável pela abertura do Casino Lisboa.

O Casino Lisboa que iniciou a sua actividade em 19 de Abril de 2006 registou receitas de jogo no montante de 53,8 milhões de Euros.

O Casino da Póvoa, responsável por 15,1% das receitas do sector de jogo em casinos portugueses, obteve, no exercício, proveitos da actividade de jogo no montante de 53,8 milhões de euros, que representaram um crescimento de 6% relativamente a 2005.




Marketing Automation certified by E-GOI