Comércio José Avillez troca Panca por Tasca no Porto

José Avillez troca Panca por Tasca no Porto

O grupo Cafeína, que é controlado pelo universo empresarial de José Avillez, decidiu fechar a Cevicheria Panca, no centro do Porto, e abrir a Tasca Vasco no mesmo espaço, numa tentativa de trazer para a Baixa da cidade o mesmo ambiente e pratos da Casa Vasco, na Foz.
José Avillez troca Panca por Tasca no Porto
Rui Neves 15 de abril de 2019 às 18:18

Inaugurado no verão de 2017, o Panca Cevicheria & Pisco Bar, inspirado na cozinha sul-americana, já não ocupa o número 61 da Rua Sá de Noronha, no Porto.

 

O grupo Cafeína, que detém vários restaurantes no Porto, tendo sido comprado pelo universo empresarial de José Avillez no verão passado, decidiu abrir no mesmo espaço o Tasca Vasco, que "tem como missão" trazer para a Baixa da cidade "o mesmo ambiente intimista e alguns dos pratos mais procurados pelos portuenses" na Casa Vasco, restaurante do grupo situado na zona da Foz.

 

"Na base deste conceito está uma referência gastronómica que sentimos que faz falta à Baixa da cidade, quer para os locais, quer para os estrangeiros, que procuram a identidade portuguesa, numa atmosfera acolhedora e genuína", afirma Vasco Mourão, fundador e diretor-geral do grupo Cafeína.

 

"Tal como aconteceu na Foz, queremos desenvolver um conceito de bairro gastronómico com ofertas complementares mas com a garantia de qualidade do grupo Cafeína", afirma o mesmo gestor, que vendeu a posição de controlo a José Avillez e ficou com uma participação de 25% no capital.

 

Além da Tasca Vasco e da Casa Vasco, o grupo Cafeína detém, também, o Cafeína e o Portarossa, na Foz, e adquiriu recentemente o Progresso, o café mais antigo do Porto, tendo em curso a sua conversão em Cafeína Downtown, nome do futuro restaurante.

 

No total, o império de restauração liderado por José Avillez, que detém a meias com a Arié Investimentos (da família Arié, uma das mais ricas de Portugal), integra, neste momento, cerca de quatro dezenas de restaurantes no país, com espaços como o Cantinho do Avillez, o Belcanto e a Cantina Zé Avillez, assim como o grupo cafeína, no Porto, e 100% do Grupo Doca de Santo (formado por uma dúzia de restaurantes, situados sobretudo em Lisboa).

 

Sempre a somar, Avillez abriu em março dois novos espaços de restauração no Chiado, em Lisboa (o Rei da China e a Casa dos Prazeres), e o seu primeiro restaurante no estrangeiro - o Tasca, no Dubai.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI