Obrigações José de Mello Saúde avança com nova emissão de obrigações até 50 milhões

José de Mello Saúde avança com nova emissão de obrigações até 50 milhões

Com esta operação, a dona dos hospitais Cuf quer "tirar partido das condições atuais de mercado" para alargar a maturidade média da sua dívida.
José de Mello Saúde avança com nova emissão de obrigações até 50 milhões
Bruno Simão/Negócios
Negócios 12 de novembro de 2019 às 09:37

A José de Mello Saúde avançou esta terça-feira com uma oferta particular de subscrição de obrigações com o valor máximo de até 50 milhões de euros. Em comunicado enviado à CMVM, a dona dos hospitais Cuf detalha que o valor nominal unitário é de 10 mil euros, com um mínimo 20 milhões e máximo de 50 milhões de euros, com vencimento previsto para janeiro de 2027 e uma taxa de juro variável, previsivelmente a emitir até ao final de novembro de 2019".

A oferta é dirigida "apenas a investidores qualificados" e pressupõe um montante mínimo de subscrição de 100 mil euros por investidor. A operação "poderá ser liquidada em numerário e/ou em espécie", mediante "troca de obrigações representativas do empréstimo obrigacionista denominado" José de Mello Saúde 2015/2021" ou "mediante a subscrição de Novas Obrigações em numerário", acrescenta a empresa.

A José de Mello Saúde refere ainda que este passo se insere "na prossecução da sua estratégia financeira e foco na redução de risco de refinanciamento",e tem como objetivo tirar "partido das condições atuais de mercado para alargar a maturidade média da sua dívida

O Banco Investe o Haitong Bank atuam como "Joint Lead Managers e Bookrunners" e o Banco BIC Português como "co-lead manager" nesta operação.

Em maio deste ano a José de Mello Saúde tinha realizado uma emissão obrigacionista de 35 milhões de euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI