Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

José Penedos vai ser constituído arguido no âmbito do processo "Face Oculta"

José Penedos, presidente da REN, vai ser constituído arguido no âmbito do processo "Face Oculta", avança a edição "online" do jornal "i". No âmbito deste processo já foram constituídos 12 arguidos, entre eles, Paulo Penedos, filho de José Penedos, e Armando Vara. José Penedos já afirmou que recusa demitir-se do seu cargo na REN.

Negócios negocios@negocios.pt 29 de Outubro de 2009 às 13:17
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...
José Penedos, presidente da REN, vai ser constituído arguido no âmbito do processo "Face Oculta", avança a edição "online" do jornal "i". No âmbito deste processo já foram constituídos 12 arguidos, entre eles, Paulo Penedos, filho de José Penedos, e Armando Vara. José Penedos já afirmou que recusa demitir-se do seu cargo na REN.

O jornal “i” avança que José Penedos, que actualmente se encontra em Madrid, “será constituído arguido quando regressar a Portugal”, tal como já tinha sido noticiado hoje o “Correio da Manhã”.

“Fonte ligada ao processo que investiga suspeitas de corrupção e favorecimento da empresa O2 em concursos de empresas participadas do Estado confirmou haver indícios que envolvem José Penedos”, escreve o jornal “i”. Em declarações à RTP, José Penedos afirmou que Paulo Penedos “não tem nenhum relação com a REN”. Penedos garantiu que “jamais” foi pressionado e que “não é influenciável”.

Questionado sobre a possibilidade de se demitir, José Penedos afirmou apenas: “Essa agora... Mas a que propósito?”.

Contactado pelo i, o presidente da REN assegurou que está “completamente tranquilo” e garantiu que desconhece todo o processo. Confrontado pelo “i” com informações de escutas telefónicas em que o empresário Manuel Godinho, ontem detido, oferece 270 mil euros ao filho, Paulo Penedos, para influenciar a renovação do contrato de gestão global de resíduos, José Penedos afasta suspeições.

“Os contratos são todos auditáveis, em todas as circunstâncias. A REN respeita as regras da contratação pública e fá-lo-á sempre enquanto eu estiver na empresa”, explica, acrescentando que toda a documentação é transparente e está à disposição das autoridades.

Ver comentários
Outras Notícias