Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan regista prejuízos no segundo trimestre

O JP Morgan Chase, o segundo maior banco dos EUA, registou prejuízos de 548 milhões de dólares (444, 58 milhões de euros) no segundo trimestre deste ano, com os resultados a serem agravados por custos legais de 2,3 mil milhões de dólares (1,86 mil milhões

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 21 de Julho de 2004 às 13:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O JP Morgan Chase, o segundo maior banco dos EUA, registou prejuízos de 548 milhões de dólares (444, 58 milhões de euros) no segundo trimestre deste ano, com os resultados a serem agravados por custos legais de 2,3 mil milhões de dólares (1,86 mil milhões de euros) decorrentes da sua actividade de consultor de empresas que agora estão em falência.

De acordo com os resultados hoje divulgados pela casa de investimento, a JP Morgan Chase registou perdas trimestrais de 27 cêntimos por acção, o que compara com um lucro de 89 cêntimos por título, ou 1,83 mil milhões de euros (1,48 mil milhões de euros), no mesmo período do ano passado.

Os resultados da empresa agora divulgados contabilizam uma provisão de 2,3 mil milhões de dólares (1,86 mil milhões de euros) de forma a fazer face a custos associados a processos legais que a envolvem, como antiga consultora de grupos que entretanto aderiram a um plano de falência, como a companhia Enron.

Além disso, os dados hoje enunciados não consolidam igualmente os lucros do Bank One, que o JP Morgan adquiriu por 57 mil milhões de dólares (46,24 mil milhões de euros) a 1 de Julho passado.

Com exclusão dos custos legais e dos encargos suportados com o processo de fusão com esta última entidade, a JP Morgan teria tido um lucro de 1,81 mil milhões de dólares (1,46 mil milhões de euros), garantiu a administração do banco, em declaração citada pela Bloomberg.

De acordo com os analistas consultados pela Thomson Financial era esperado que a companhia lucrasse 83 cêntimos por acção no período em análise.

Outras Notícias