Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Kmart reduz custos com eliminação de mais 680 empregos

A retalhista norte-americana Kmart, que solicitou protecção contra credores, irá reduzir em cerca de 680 empregados a sua força de trabalho, com o objectivo de reduzir custos, segundo um comunicado...

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 19 de Agosto de 2002 às 17:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A retalhista norte-americana Kmart, que solicitou protecção contra credores, irá reduzir em cerca de 680 empregados a sua força de trabalho, com o objectivo de reduzir custos, segundo um comunicado da empresa.

A Kmart irá despedir cerca de 450 trabalhadores, eliminar mais 100 postos que não estavam definidos e terminar com cerca de 130 contratos, com o objectivo de reduzir custos, divulgou a retalhista em comunicado.

Esta redução irá auxiliar a retalhista norte-americana a poupar cerca de 66 milhões de dólares (67,1 milhões de euros) este ano e 130 milhões de dólares (132,1 milhões de euros) anualmente, durante os próximos anos.

A Kmart revelou, no mesmo documento, que 400 destes trabalhadores estão sediados na sede da empresa, sendo que os restantes estão situados nas lojas. Os empregados que trabalham nas lojas e nos centros de distribuição não serão afectados pelas reduções.

No mês passado, a retalhista havia revelado que iria eliminar postos de trabalho durante os meses de Agosto e Setembro, como medida de reduzir custos e com o objectivo de sair da falência durante o próximo ano.

Esta ano, a Kmart já despediu 22 mil trabalhadores e encerrou 283 lojas.

Os prejuízos da Kmart atingiram os 1,45 mil milhões de dólares (1,47 mil milhões de euros) no primeiro trimestre.

A empresa pediu protecção de credores no início deste ano, depois de não ter conseguido fundos para suportar a dívida da empresa.

A Kmart seguia a valorizar 1,79% para os 0,57 dólares (0,58 euros).

Ver comentários
Outras Notícias