Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

LA CAIXA CHUMBA OPA DO BCP

O espanhol La Caixa, maior accionista do BPI, não vai vender as suas acções ao BCP nem a sete euros, apurou o Jornal de Negócios. A OPA está condenada ao fracasso.

  • Partilhar artigo
  • ...

O Jornal de Negócios sabe que o La Caixa já contactou os demais accionistas do núcleo duro do BPI e a própria administração do banco informando estar alinhado com a posição de não vender as suas acções na OPA lançada pelo BCP.

A notícia é revelada pela edição nas bancas de hoje do Jornal de Negócios, que faz uma análise profunda aos eventos da última terça-feira, quando em duas conferências de imprensa simultâneas em Lisboa, o BCP anunciou o aumento do preço da OPA para sete euros, que a Comissão Executiva do BPI rejeitou minutos depois.

Esta recusa do La Caixa em vender a sua participação de 25% do capital do BPI é o suficiente para “matar” a OPA, mesmo a este preço revisto.

Para o La Caixa, não vender a sete euros significa também, segundo contas feitas pelo Jornal de Negócios, abdicar de uma mais-valia de quase 650 milhões de euros.

Também o brasileiro Itaú, segundo maior acionista do BPI, já afirmou estar indisponível para vender a sua posição.

A oferta lançada pelo BCP termina a 4 de Maio mas o seu fracasso pode ser reconhecido pelo presidente executivo, Paulo Teixeira Pinto, ainda antes dessa data, conforme o próprio já afirmou.

Outras Notícias