Media Lacerda: CTT não se estão a endividar para pagar dividendos

Lacerda: CTT não se estão a endividar para pagar dividendos

O presidente executivo dos CTT foi claro na mensagem para os accionistas: até agora havia um compromisso na política de dividendos. Mas isso vai mudar, o que levará a um corte na política de distribuição de lucros.
Lacerda: CTT não se estão a endividar para pagar dividendos
Alexandra Machado 07 de março de 2018 às 18:26

Os CTT confirmaram esta quarta-feira que vão pagar aos accionistas um dividendo de 38 cêntimos por acção, o que representa um corte face ao valor pago no ano passado. Contundo, no total, vão distribuir 57 milhões de euros aos accionistas, o que é mais do dobro dos lucros registados no ano passado.

 

O presidente da empresa de correios, Francisco Lacerda, justificou este pagamento com "o compromisso público", mas deixou um aviso sobre mudanças na política de distribuição de dividendos.

  

"Os CTT têm uma estrutura financeira sólida, não se endividam para pagar dividendos. Havia um compromisso público é isso que é cumprido. No futuro será de outra forma. Os accionistas a qualquer momento farão o que entenderem", afirmou Francisco Lacerda na conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2017.  

 

"Para o futuro, os CTT já fizeram saber que a empresa vai regressar à sua política de remuneração accionista anterior, baseada numa percentagem do resultado líquido gerado anualmente", salientou.

 

Francisco Lacerda lembrou que os CTT continuam a investir, não tendo a distribuição de dividendos limitado essa capacidade. 

 




Saber mais e Alertas
pub