Automóvel Leilão na Comporta com automóveis clássicos de 10 mil a 800 mil euros

Leilão na Comporta com automóveis clássicos de 10 mil a 800 mil euros

A coleção de automóveis de Ricardo Sáragga vai ser leiloada em setembro junto da Comporta. São mais de 130 veículos que incluem clássicos e desportivos. Os preços de licitação oscilam entre os 10 mil e os 800 mil euros.
Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's  Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's  Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Wood ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's Tom Gidden ©2019 Courtesy of RM Sotheby's
Pedro Curvelo 06 de julho de 2019 às 14:30
A Comporta será palco, a 21 de setembro, de um leilão de mais de 130 automóveis clássicos e desportivos cujos valores vão desde os 10 mil euros até aos 800 mil euros.

A RM Sotheby's leva a leilão a Coleção Sáragga, que se encontra em Alcácer do Sal, e que reúne muitos dos veículos adquiridos em mais de 30 anos por Ricardo Sáragga. O colecionador justificou a decisão de se desfazer dos automóveis com a vontade de se concentrar num lote mais reduzido de veículos.

"Muitos destes carros estão comigo há décadas e desempenharam um papel importante nalguns dos momentos mais importantes da minha vida e na da minha família. Por isso, a minha decisão de reduzir o tamanho da minha coleção e colocar estes carros à venda não foi fácil. No entanto, tenho prazer em utilizar os meus carros, pelo que quero concentrar-me num grupo mais pequeno", disse, citado em comunicado.

A coleção destaca-se também pelo ecletismo, incluindo desde um Sado 550, de 1983, um pequeno citadino "made in Portugal" na década de 1980, até Porsches, Ferraris, Mercedes e um Bentley de 1931 com um valor de 800 mil euros. A coleção inclui dois automóveis com mais de 100 anos: o De Tamble Model G Roadster, de 1911, e o Ford Model T Torpedo Runabout, de 1912.

Entre os muitos veículos a serem licitados, destacam-se alguns com características únicas, refere a leiloeira.

É o caso do Bentley 8-Litre Tourer, modelo dos quais só foram produzidas 100 unidades, e que será o veículo mais caro a ir a leilão.

Também o Porsche 911 Carrera 2.7 RS Touring, de 1973, é um exemplar único. O bólide é um dos cinco carros da série especial Signal Orange e destaca-se pela sua cor. O veículo participou no Rali de Portugal de 1979. A leiloeira estima que seja arrematado por um valor entre 450 mil e 550 mil euros.

Outras "estrelas" da coleção são o Delahaye 135M Cabriolet 1939 da Chapron, dos quais apenas foram fabricadas 40 unidades e que deverá ser leiloado por 400 a 450 mil euros. O WD Denzel 1300, com apenas 30 unidades existentes atualmente (das 65 fabricadas originalmente), também é um dos lotes que mais interesse deverá despertar. O preço? A Sotheby's espera que alcance os 380 a 450 mil euros.

A leilão vai também um Mercedes-Benz 600 Sedan 1966 by Chapron. Trata-se de um exemplar único e com uma história curiosa: Nubar Gulbenkian, filho de Calouste Gulbenkian, pediu à Mercedes-Benz para que lhe produzisse um Mercedes 600 com o tejadilho todo em vidro. Perante a recusa da fabricante alemã, Nubar Gulbenkian comprou um veículo de série num concessionário francês e enviou-o para a firma de carroçarias parisiense de Henry Chapron, onde foi modificado, com o tão desejado tejadilho em vidro. O banco traseiro dobrava-se, transformando-se numa cama de casal. A Sotheby's espera que este lote renda 300 a 450 mil euros.

O HRG Aerodynamic da Fox & Nicholl, de 1947, destaca-se por ter participado em várias competições automobilísticas em Portugal nas décadas de 1940 e 1950. O preço estimado é de 180 mil a 250 mil euros.

O Jaguar E-Type Series 1 Head Coupe de 3,8 litros, de 1961, por seu turno, também é visto como "apetecível" para colecionadores, que deverão poder levá-lo para a sua garagem a troco de um valor entre os 140 e os 160 mil euros.

O Bristol 401 Saloon, de 1953, apenas contou com 700 unidades fabricadas. O preço estimado situa-se entre 30 mil a 40 mil euros.

O veículo mais barato do leilão é um produto nacional: o Sado 550, o "Smart ForTwo" da década de 1980. O pequeno carro português deverá ser arrematado por 10 mil euros, estima a leiloeira.

"A quantidade de carros exclusivos e raros que temos em Portugal é significativa. A proveniência local é uma característica fundamental de vários lotes e este leilão não se restringe aos carros de maior valor, pelo que existem para venda opções para todos. Com um elevado número de carros a preços acessíveis, a Colecção Sáragga não é apenas apetecível para colecionadores tradicionais mas também é uma oportunidade para comprar carros realmente interessantes de uma coleção muito conhecida", refere Paul Darvill, especialista em carros da RM Sotheby’s, citado em comunicado.

"É fantástico para a RM Sotheby’s e para a Sotheby’s realizarem em Portugal uma venda tão significativa e de carros tão especiais. Estas grandes coleções de automóveis de luxo, pertencentes a um só proprietário, são raras e constituem uma oportunidade excepcional de apresentação no mercado em Portugal. Estamos ansiosos por uma extraordinária venda em setembro", afirma, no mesmo comunicado, João Magalhães, especialista sénior e representante da Sotheby’s em Portugal.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI