Automóvel Lesados da Volkswagen juntam-se nas queixas por avaria e para ir a tribunal

Lesados da Volkswagen juntam-se nas queixas por avaria e para ir a tribunal

Os proprietários dos carros afectados pelo escândalo das emissões poluentes vão juntar-se para "ter mais força junto das autoridades", sucedendo-se também as queixas por problemas mecânicos depois da ida à oficina.
Lesados da Volkswagen juntam-se nas queixas por avaria e para ir a tribunal
reuters, bloomberg
Negócios 02 de abril de 2018 às 09:53

Inspirados no movimento "lesados do BES", constituído em 2014 pelas vítimas da venda do papel comercial por parte do banco da família Espírito Santo, alguns proprietários de automóveis afectados pelo escândalo das emissões poluentes na Volkswagen estão a juntar-se numa associação de lesados que pretende avançar nos tribunais contra o grupo alemão.

 

Um dos membros desta nova associação, Hélder Gomes, justificou ao Dinheiro Vivo que, como "nem toda a gente pode ir a tribunal" em Portugal, este grupo vai ser constituído para poderem "ter mais força junto das autoridades". E servirá igualmente para "alertar muitas pessoas que ainda não estão a par" dos problemas mecânicos que têm sido causados pelas próprias reparações.

 

Em Portugal, estima-se que perto de 125 mil carros tenham sido afectados pelo "Dieselgate", um número que em todo o mundo ascenderá a 11 milhões de automóveis. Nos EUA alguns condutores foram indemnizados depois de recorrerem aos tribunais. Por cá, a SIVA responde confiante ao anúncio destes processos: "Todas as decisões têm sido a nosso favor".

 

A importadora nacional da Volkswagen, Audi e Skoda admite ao mesmo jornal que os relatos de problemas mecânicos nos carros, surgidos na sequência da chamada à oficina, "não deviam acontecer", embora garanta estar provado que "só 10% das queixas têm alguma coisa a ver com as reparações".

 

No início de Janeiro, de três das principais marcas afectados pelo software fraudulento, restavam 21,7 mil viaturas por reparar em Portugal, de acordo com os cálculos da SIVA. Agora, fonte oficial da empresa prevê que, até Abril, nove em cada dez carros afectados pelo escândalo das emissões poluentes já tenham sido reparados.

 

Os automóveis do grupo Volkswagen afectados pelo escândalo em Portugal são obrigados a ir à oficina para serem intervencionados. O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) já avisou que os carros da Volkswagen, Seat, Audi e Skoda que não forem reparados ficam impedidos de circular nas estradas portuguesas




pub

Marketing Automation certified by E-GOI