Empresas Lisboa relança concurso de 29 milhões para rede de bicicletas partilhadas

Lisboa relança concurso de 29 milhões para rede de bicicletas partilhadas

Os interessados têm até dia 15 de Março para responder ao concurso. O passe anual para andar de bicicleta vai custar 36 euros e o sistema deverá estar operacional no segundo trimestre de 2017.
Lisboa relança concurso de 29 milhões para rede de bicicletas partilhadas
André Cabrita-Mendes 09 de março de 2016 às 14:14
A Empresa de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL) lançou um novo concurso para o sistema de bicicletas partilhadas. Após a anulação do primeiro concurso devido ao incumprimento de formalidades pelos concorrentes, a empresa pública relança o concurso no valor de 28,9 milhões de euros. Os interessados têm agora de enviar uma proposta até às 17:00 do dia 15 de Abril.

Em relação ao critério de adjudicação, a EMEL sublinha que a "proposta economicamente mais vantajosa" vai ser a eleita. O preço vale assim 50%, a experiência de utilização da bicicleta vale 30%, os componentes funcionais da bicicleta valem 10%, enquanto a imagem gráfica da rede vale 10%.

O primeiro concurso para comprar e gerir 1.410 bicicletas na cidade de Lisboa foi lançado nos mesmos moldes pela EMEL em Outubro. O procedimento prevê a contratação de uma empresa para fornecer as bicicletas e gerir o Sistema de Bicicletas Públicas Partilhadas (SBPP) durante oito anos.

Mas o procedimento foi anulado porque nenhuma das 10 propostas cumpria todas as formalidades, como traduzir documentos para português, algo que é obrigatório e é motivo de exclusão. Na altura, a média das propostas ficou situada nos 24,4 milhões, menos 4,5 milhões face aos 28,9 milhões máximos previstos no concurso.

A EMEL prevê que o sistema venha a estar completamente operacional na Primavera de 2017, como avançou recentemente o administrador da empresa pública, João Dias, ao Negócios. Em relação ao preço, um bilhete diário vai custar 10 euros, enquanto um passe anual deverá rondar os 36 euros, o preço de um passe Navegante mensal.

No total, vão existir 140 estações com 1.410 bicicletas na cidade de Lisboa. As estações estarão divididas por quatro zonas: Planalto Central (com 92 estações); Parque das Nações (15 estações); Eixo Central (6 estações); Baixa e frente ribeirinha (27 estações).



pub

Marketing Automation certified by E-GOI