Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisbon Brokers considera que a Renováveis da EDP é “atractiva”

A Lisbon Brokers manteve inalterada a avaliação de 5,00 euros para as acções da Energias de Portugal (EDP), na sequência do “Dia do Investidor”, evento em que a eléctrica anunciou o “timing” para a dispersão em bolsa do negócio das renováveis, uma divisão

Paulo Moutinho 01 de Fevereiro de 2008 às 14:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Lisbon Brokers manteve inalterada a avaliação de 5,00 euros para as acções da Energias de Portugal (EDP), na sequência do "Dia do Investidor", evento em que a eléctrica anunciou o "timing" para a dispersão em bolsa do negócio das renováveis, uma divisão que a casa de investimento avalia em 8,1 mil milhões e afirma ser "actractiva".

"Tal como esperávamos, a ‘Dia do Investidor’ da EDP sobre as renováveis forneceu-nos imensos novos dados, essencialmente no que respeita a projectos eólicos e hídricos, ao crescimento da EDP e a criação de valor com sinergias, bem como investimentos no estrangeiro", afirma a analista Sara Amaral.

Mas, o principal destaque da apresentação foram os meios através dos quais a "EDP pretende atingir o seu agressivo plano de crescimento nas renováveis. Em primeiro lugar, a empresa está a preparar o IPO do negócio das renováveis, que inclui as subsidiárias NEO Energia e a Horizon", salienta.

A operação de colocação da EDP Renováveis deverá ser colocada no mercado durante o segundo trimestre deste ano, com a "EDP a replicar a operação realizada pela sua congénere espanhola, a Iberdrola", que dispersou a Renovables.

A analista Sara Amaral avalia a unidade da empresa liderada por António Mexia em 8,1 mil milhões de euros, "o que é muito atractivo dado que a Iberdrola Renovables está, actualmente, a negociar com um PER de 187".

A casa de investimento manteve inalterada a recomendação de "comprar" para as acções da EDP [edp], bem como o preço-alvo de 5,00 euros. Tendo em conta a cotação actual da eléctrica (4,33 euros), este "target" confere à empresa um potencial de valorização de 15,47%.

Ver comentários
Outras Notícias