Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucro do Bank of China cai 2,6% e fica acima das estimativas

O Bank of China, terceiro maior banco chinês em termos de activos, apresentou resultados com uma quebra de 2,6% nos lucros, penalizado pelo aumento das taxas sobre investimentos no estrangeiro e menor rentabilidade dos empréstimos concedidos.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Agosto de 2009 às 11:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Bank of China, terceiro maior banco chinês em termos de activos, apresentou resultados com uma quebra de 2,6% nos lucros, penalizado pelo aumento das taxas sobre investimentos no estrangeiro e menor rentabilidade dos empréstimos concedidos.

O resultado líquido caiu para 41,12 mil milhões de yuans, de 42,2 mil milhões de yuans, no mesmo período do ano passado, segundo anunciou hoje o banco, em comunicado. O lucro ficou acima dos 38,08 mil milhões de yuans estimados, em média, pelos cinco analistas contactados pela Bloomberg.

O Bank of China concedeu mais empréstimos do que qualquer outro credor chinês, no primeiro semestre. O presidente do banco, Xiao Ging procurou recuperar terreno aos seus concorrentes locais, que acompanharam a estratégia de investimento na concessão de crédito no estrangeiro, penalizando o banco.

O crescimento acentuado do nível de crédito do país, apoiado pelo governo, levou a que haja receio de que se formem bolhas especulativas nos activos da economia chinesa e que os créditos de cobrança duvidosa aumentem.

“O Bank of China reconheceu que os resultados foram mais baixos porque os negócios no estrangeiro e que pode fazer sentido fazer um pouco mais [de negócio] ao nível doméstico”, disse à Bloomberg um analista da Fox-Pitt Kelton, que tem uma recomendação de “outperform” para a empresa.

Ver comentários
Outras Notícias