A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucro trimestral da Nike cai pela primeira vez em três anos

A Nike teve a sua primeira queda do lucro trimestral dos últimos três anos, com os resultados líquidos da empresa a caírem 4,8% no trimestre encerrado em Maio, para 332,8 milhões de dólares (264,3 milhões de euros), comparáveis com os 349,5 milhões de dól

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 28 de Junho de 2006 às 11:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Nike teve a sua primeira queda do lucro trimestral dos últimos três anos, com os resultados líquidos da empresa a caírem 4,8% no trimestre encerrado em Maio, para 332,8 milhões de dólares (264,3 milhões de euros), comparáveis com os 349,5 milhões de dólares (277,6 milhões de euros) do mesmo período do ano passado.

A quebra do maior fabricante mundial de ténis explica-se por uma redução das vendas na Europa e pela perda de contratos com alguns revendedores.

Enquanto as vendas nos Estados Unidos da América (EUA) subiram 7,6%, para 4 mil milhões de dólares (3,17 mil milhões de euros), a facturação da Nike nos mercados europeus desceu 3%.

A empresa foi obrigada a introduzir na Europa modelos mais baratos, após os revendedores reclamarem dos preços elevados do calçado da Nike, optando por estabelecer contratos com empresas concorrentes, como a Puma.

A margem bruta da Nike caiu de 45,2% para 43,8%, em parte devido à alta do preço do petróleo. Para este trimestre, a Nike prevê que a margem volte a encurtar mais de um ponto percentual.

A empresa norte-americana revelou ainda que as encomendas de material desportivo para entrega entre Junho e Novembro subiram 5%, para 6,6 mil milhões de dólares (5,24 mil milhões de euros). Nos EUA as encomendas subiram 9%, na Europa 1% e na Ásia 10%. Na América Central e do Sul, pelo contrário, as encomendas registam uma quebra de 1%.

Ver comentários
Outras Notícias