Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Altri caem 81% até março com quebra do preço da pasta

A quebra do preço da pasta nos mercados internacionais ditou um recuo nos resultados líquidos do grupo para 6,8 milhões de euros. A produção e as exportações mantiveram-se no primeiro trimestre.

Altri reduz mais de 50%
Maria João Babo mbabo@negocios.pt 28 de Maio de 2020 às 19:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 22
  • ...
A Altri registou no primeiro trimestre deste ano um resultado líquido de 6,8 milhões de euros, o que revela uma quebra de 81,4% face aos 36,7 milhões de euros dos primeiros três meses do ano passado. 

O grupo explica a quebra nos lucros, "na sua quase totalidade, com a quebra de cerca de 30% dos preços de pasta nos mercados internacionais, uma vez que as restantes rubricas se mantiveram em níveis equiparáveis".

Em comunicado à CMVM, a Altri adianta que os custos totais operacionais ascenderam a 132,5 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de 0,2%, face ao período homólogo.

O EBITDA total situou-se em 33,1 milhões de euros, um decréscimo de cerca de 55,5% face ao EBITDA registado no mesmo período ano anterior. Em termos de segmentos, o EBITDA das unidades de produção de pasta ascendeu a 25,4 milhões de euros e o gerado pelas unidades de produção de energia através de biomassa atingiu 7,8 milhões de euros.

O grupo nota ainda que, apesar da maior quantidade de pasta produzida e vendida, as receitas totais atingiram 165,7 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de cerca de 20% face ao período homólogo de 2019. "O aumento de produção e de venda de pasta são foram assim suficientes para anular a referida quebra do preço da pasta nos mercados internacionais", afirma o grupo, salientando que neste primeiro trimestre o preço médio de mercado da pasta papeleira (BHKP) foi de 616 euros por tonelada, um valor inferior em 29,5% face ao preço verificado no período homólogo de 2019.

Até março, as receitas totais associadas às unidades de produção de pasta ascenderam a cerca de 143,8 milhões de euros, enquanto as associadas às unidades de produção de energia através de biomassa somaram 21,8 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 70% em relação ao primeiro trimestre de 2019.

Durante o primeiro trimestre, a Altri produziu 282,3 mil toneladas de pastas. Das 287,2 mil toneladas vendidas, as exportações somaram 248,7 mil toneladas, o que corresponde a 87% das vendas totais. Em termos monetários, as exportações trimestrais ascenderam a 114,5 milhões de euros.

O investimento líquido total do grupo foi de cerca de  9,7 milhões de euros. A dívida líquida nominal remunerada em 31 de março de 2020 ascendia a 491 milhões de euros, o que corresponde a um decréscimo de cerca de 21,7 milhões de euros face a 31 de dezembro de 2019.
 
Grupo reagenda investimento devido à covid-19
 
Relativamente ao impacto da pandemia, o grupo salienta, no comunicado, que "desde muito cedo, procedeu à implementação de um conjunto de medidas de prevenção, controlo e vigilância desta infeção", adiantando que em resultado das medidas "estima-se um impacto negativo na demonstração dos resultados no montante de, aproximadamente, 250 mil euros (incluindo os gastos com pessoal, nomeadamente, turnos e horas extra, bem como, despesas de deslocação, donativos, equipamentos de proteção, gastos com a contratação de empresas especializadas na desinfeção de espaços, entre outros)". 

A Altri adianta ainda que "procedeu de forma cautelosa a um processo de revisão e avaliação interna sobre os investimentos que tinha planeado para o exercício de 2020, reavaliando o custo benefício destes projetos em carteira, bem como a sua exequibilidade, tendo em consideração a realidade atual". Dessa revisão, decidiu "reagendar a realização de alguns projetos no montante de, aproximadamente, 9 milhões de euros".
 
No que diz respeito à gestão do risco de liquidez, o grupo refere que foi mantida uma reserva de liquidez sob a forma de linhas de crédito com os seus bancos de relacionamento, de forma a assegurar a capacidade para cumprir com os seus compromissos, sem ter que se refinanciar em condições desfavoráveis.

A 31 de março de 2020, o montante de empréstimos consolidados  com vencimento nos próximos 12 meses do grupo é de cerca de 128 milhões de euros. Nessa data, tinha ainda linhas de crédito disponíveis (nomeadamente, descobertos bancários, contas correntes caucionadas e programas de papel comercial não utilizados) no valor de, aproximadamente, 85,1 milhões de euros. A rubrica Caixa e Equivalentes de Caixa apresentava um valor da ordem dos 220 milhões de euros

As três fábricas continuam a produzir em pleno, assim como as centrais de produção de energia elétrica, garantindo a Altri que até agora as operações em todas as unidades "decorreram ao ritmo habitual, não tendo havido disrupções".
Ver comentários
Saber mais Altri lucros pasta papel produção exportações investimento pandemia
Mais lidas
Outras Notícias