Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Navigator descem 4,5% em 2017 para quase 208 milhões de euros

A antiga Portucel teve um resultado líquido de 207,8 milhões de euros em 2017, o que representa uma diminuição de 4,5% face ao ano anterior.

A Navigator passou uma mensagem positiva para a evolução dos preços da pasta e papel e que os volumes de vendas na Europa indiciam algum suporte para os preços. Mas o maior problema nesta fase é a cotação do dólar, que tem descido desde o início do ano. Os novos investimentos da empresa estão a evoluir como o planeado. Em relação aos incêndios florestais, o CaixaBank BPI refere que tiveram um impacto directo limitado. Mas, a nível indirecto, esse impacto é relevante devido à nova legislação que limita a plantação de eucaliptos em Portugal, segundo o CaixaBank BPI. Ainda assim, os analistas do banco consideram que a Navigator tem apresentado um bom momento ao nível dos resultados. O CaixaBank BPI tem um recomendação de 'neutral' com um preço-alvo de 4,35 euros.
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 08 de Fevereiro de 2018 às 07:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...

Os lucros da papeleira Navigator ascenderam a 207,8 milhões de euros no ano passado. Este valor representa uma quebra de 4,5% face ao ano de 2016, período em que empresa obteve 217,5 milhões de euros.

"Importa referir que os resultados líquidos de 2016 beneficiaram de reversão de provisões para impostos, bem como do efeito do regime extraordinário de reavaliação fiscal que resultaram num valor de impostos positivo de 7 milhões de euros, e que compara com um valor negativo de cerca de 40 milhões de euros em 2017", refere a empresa no comunicado enviado ao regulador do mercado de capitais, a CMVM.

Ainda assim, os lucros registados pela empresa liderada por Diogo Silveira ficaram ligeiramente acima das estimativas do CaixaBI, que antevia que o resultado líquido da antiga Portucel fosse de 203 milhões de euros em 2017.

As vendas totais foram de 1.636,8 milhões de euros, mais 3,8% que no ano passado. O volume de negócios aumentou 4% "com forte desempenho dos negócios de pasta, energia e tissue".

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 1,6% face ao período homólogo para 403,8 milhões de euros. Os resultados operacionais (EBIT) avançaram 10,7% para 255 milhões de euros.

Os resultados financeiros da Navigator melhoraram no ano passado, mantendo contudo uma evolução negativa: - 7,7 milhões de euros quando em 2016 foram negativos em 20,8 milhões de euros.

No comunicado a empresa destaca que no ano passado foram realizados investimentos "na nova fábrica de tissue em Cacia" bem como para aumentar a "capacidade de pasta [unidade] na Figueira da Foz [que] decorrem como planeado e totalizam  70 milhões de euros no período". Além disso, a Navigator celebrou um "contrato de compra e venda do negócio de pellets nos Estados Unidos por um valor de 135 milhões de dólares norte-americanos".

Olhando apenas para o quarto trimestre do ano passado, a firma obteve lucros de 62 milhões de euros, menos 25,5% que no mesmo período de 2016 – época em que o resultado líquido ascendeu a 83,2 milhões de euros. Nos últimos três meses do ano passado, o EBITDA cresceu 8,2% face ao último trimestre de 2016 para 103,8 milhões de euros. Já o EBIT avançou 33,0% para os 69,6 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais Navigator resultados lucros pasta e papel
Outras Notícias