Banca & Finanças Lucros levam CGD a sonhar com menos cortes
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Lucros levam CGD a sonhar com menos cortes

Os lucros da Caixa vieram um ano mais cedo. Imparidades de crédito ao mínimo, redução das remunerações pagas nos depósitos, “swaps” de taxa de juro e corte de custos são quatro ingredientes que justificam a saída de resultados negativos.
Lucros levam CGD a sonhar com menos cortes
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 04 de fevereiro de 2018 às 23:15

Seis anos depois, a Caixa Geral de Depósitos voltou a terminar um ano com lucros. Foram 51,9 milhões de euros os resultados líquidos apurados em 2017, que permitem à gestão liderada por Paulo Macedo pensar num plano

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
Saber mais e Alertas
pub