Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros consolidados do Banif caem 23% no trimestre

O Banif registou, no primeiro trimestre de 2003, um resultado líquido de 3,1 milhões de euros, menos 23% que em igual período do ano passado, devido ao aumento das amortizações, provisões e carga fiscal.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 30 de Abril de 2003 às 12:48
  • Partilhar artigo
  • ...
O Banif registou, no primeiro trimestre de 2003, um resultado líquido de 3,1 milhões de euros, menos 23% que em igual período do ano passado, devido ao aumento das amortizações, provisões e carga fiscal. O grupo Banif registou, no primeiro trimestre de 2003, um resultado líquido consolidado de 3,1 milhões de euros, menos 23% que em igual período do ano passado. A diminuição de lucros é explicada através do aumento das amortizações, provisões e carga fiscal.

O grupo Banif registou, nos primeiros três meses de 2003, um resultado líquido de 3,1 milhões de euros, menos 23% que no período homólogo de 2002, anunciou hoje a instituição financeira.

Os resultados foram penalizados pelo crescimento de 10,1% das amortizações e de 115,3% das provisões, que passaram, respectivamente, para 4,9 milhões de euros e 7,3 milhões de euros.

Em comunicado, administração do grupo [banin] explica que «o crescimento registado ao nível das dotações para provisões é resultante do reforço de provisões para crédito e riscos bancários gerais».

Neste âmbito, o grupo salienta uma provisão «para outros riscos e encargos no montante de 7,5 milhões de euros» que foi realizada para fazer face à eventuais «perdas patrimoniais» que possam ser detectadas no decurso de uma investigação que o grupo está a realizar a uma «situação relativa a irregularidades praticadas» numa agência do Banif - Banco Internacional do Funchal.

Os lucros absorveram ainda o impacto de um aumento da carga fiscal, que passou de um milhão para 1,7 milhões de euros. A administração salienta que «a carga fiscal sofreu um forte agravamento de 76% relativamente ao período homólogo», explicando que tal decorre «de algumas ineficiências fiscais ao nível do grupo que se espera corrigir ao longo do corrente ano».

Quanto à margem financeira, o grupo Banif - que agrega o Banco Banif, o Banco Comercial dos Açores, a Companhia de Seguros Açoreana e o Banif Banco de Investimentos - registou «um inexpressivo aumento de 0,4%, totalizando 34,1 milhões de euros no primeiro trimestre de 2003», resultante do «crescimento da actividade» associado «a uma ligeira redução da margem de intermediação financeira».

As acções do Banif encerraram ontem a 4,47 euros, a subir 1,59%, não tendo negociado ainda hoje.

Ver comentários
Outras Notícias