Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da BP aumentam 7% no quarto trimestre de 2003

Os lucros da BP, maior petrolífera europeia, aumentaram 7%, ficando abaixo do esperado pelos analistas, uma vez que os custos extraordinários não compensaram os ganhos dos preços elevados do petróleo e das contribuições da TNK-BP.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 10 de Fevereiro de 2004 às 13:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os lucros da BP, maior petrolífera europeia, aumentaram 7%, ficando abaixo do esperado pelos analistas, uma vez que os custos extraordinários não compensaram os ganhos dos preços elevados do petróleo e das contribuições da TNK-BP, uma “joint venture” russa que proporcionou 1,2 milhões de barris de petróleo por dia.

Os lucros, com exclusão dos ganhos das reservas petrolíferas da companhia, aumentaram para os 1,82 mil milhões de dólares (1,43 mil milhões de euros), ou 8,2 cêntimos por acção, contra os 1,70 mil milhões de dólares (1,34 mil milhões de euros), ou 7,6 cêntimos por acção, obtidos em igual período do ano passado, anunciou hoje a BP em comunicado.

Os lucros foram prejudicados por 323 milhões de dólares (254,69 milhões de euros) em custos de reestruturação e outras despesas e por uma queda de 75% nos ganhos do negócio petroquímico. As acções da BP caíram 4% com a divulgação deste resultados.

Excluindo resultados extraordinários e a amortização dos custos de aquisição, os lucros aumentaram para os 2,67 mil milhões de dólares (2,10 mil milhões de euros), contra os 2,64 mil milhões de dólares (2,08 mil milhões de euros) registados no mesmo período do ano passado, disse a BP. Os analistas consultados pela Bloomberg esperavam que aumentasse para os três mil milhões de dólares.

A média dos contractos de futuros de crude negociados em Nova Iorque foi de 31,16 dólares (24,57 euros) por barril no trimestre em análise, 10% mais do que no mesmo período do ano passado e a mais elevada desde os últimos três meses de 1990.

As acções da BP seguiam a descer 4,16% para os 4,09 libras (seis euros).

Ver comentários
Outras Notícias