Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Cofina aumentam 28,5% em 2006

A Cofina registou um resultado líquido de 9,7 milhões de euros em 2006, representando um crescimento de 28,5% face a 2005, anunciou hoje a empresa em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Cofina registou um resultado líquido de 9,7 milhões de euros em 2006, representando um crescimento de 28,5% face a 2005, anunciou hoje a empresa em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Este resultado situa-se em linha com as previsões dos analistas consultados pela Reuters que calculavam que os lucros se situassem nos 10,1 milhões de euros.

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) atingiu 17,8 milhões de euros, um crescimento de 9,6% face ao exercício de 2005 onde atingiu os 16,2 milhões de euros. Os proveitos operacionais da Cofina, empresa que detém o Jornal de Negócios, atingiram os 131,3 milhões de euros, mais 1,2% do que em 2005.

De acordo com a empresa, esta rubrica foi prejudicada pela redução do marketing alternativo, mas "recuperando das perdas verificadas em períodos anteriores".

Os resultados operacionais cresceram 10% para os 14,7 milhões de euros, um aumento justificado pela "racionalização dos custos de funcionamento, nomeadamente ao nível do marketing". Já a dívida líquida desceu para os 21 milhões de euros, incluindo os investimentos detidos para negociação.

As receitas operacionais ascenderam a 131,3 milhões de euros, o que representa um aumento de 1,2% face ao exercício de 2005. Este resultado é explicado pela empresa pelo crescimento de 4,6% das receitas de publicidade, o "que no contexto actual de moderada estagnação do mercado publicitário pode ser considerado extremamente positivo".

"Share" de 20% na imprensa

Em termos de circulação paga, o grupo mantém a liderança, com 27% de share. Já no mercado publicitário, a Cofina aumentou 1% o "share" de 19% para 20%, mantendo a liderança do sector.

No segmento dos jornais, as receitas publicitárias aumentaram 5,9% face a 2005. As receitas operacionais conseguidas neste segmento atingiram 91,6 milhões de euros, o que representa um crescimento de 0,3% face a 2005. O EBITDA aumenta 8,6% para 17 milhões de euros.

No segmento das revistas, as receitas operacionais cresceram 3,3% para 39,6 milhões com os proveitos provenientes dos produtos de marketing alternativo a aumentarem 5,5%.

Outras Notícias