A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da EDP devem subir 45,5% nos primeiros nove meses do ano

A Energias de Portugal (EDP) deverá ter apurado um resultado líquido de 375 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, mais 45,5% que no mesmo período do ano passado, segundo as previsões do Credit Suisse First Bóston, que reiterou a recomendaçã

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 20 de Outubro de 2004 às 14:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Energias de Portugal (EDP) deverá ter apurado um resultado líquido de 375 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, mais 45,5% que no mesmo período do ano passado, segundo as previsões do Credit Suisse First Bóston, que reiterou a recomendação de «outperform» para os títulos da empresa.

Num estudo de ontem sobre as eléctricas da Península Ibérica, o CSFB afirma que reiterou as recomendações de «outperform» para a EDP [EDP], pois a empresa tem a capacidade de passar para os seus clientes finais a subida dos preços da energia, bem como para a Union Fenosa. A ERSE propôs uma subida de 2,1% nas tarifas eléctricas de 2005.

Para a Gás Natural a recomendação é de «underperform» e para a Endesa é de Neutral.

O banco de investimento helvético diz que a procura de electricidade, durante os primeiros nove meses do ano, cresceu 4,1% em Espanha e aumentou 5,3% em Portugal, «numa das taxas de crescimento mais elevadas da Europa».

«Temos uma recomendação de ‘outperform’ para a EDP, que deve beneficiar da aprovação final das compensações [pelo fim dos contratos de aquisição de energia] e das tarifas mais elevadas no Brasil», refere o CSFB, que também manteve o «preço-alvo de 2,52 euros para as acções da empresa liderada por João Talone.

Em relação aos resultados dos primeiros nove meses do ano, o CSFB estima que a EDP registe lucros de 375 milhões de euros, 45,5% acima do conseguido no mesmo período do ano passado. Os resultados operacionais terão aumentado 36,8% para 797 milhões de euros, enquanto o EBITDA terá subido 9,8% ater aos 1,449 mil milhões de euros.

As acções da EDP seguiam inalteradas nos 2,33 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias