Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Glintt crescem 3% para 692 mil euros até Junho

O volume de negócios da tecnológica cresceu 9,2% no primeiro semestre deste ano. Uma evolução explicada pela actividade doméstica mas também pela internacional em particular Espanha, Reino Unido, Irlanda e Brasil.

Sara Ribeiro sararibeiro@negocios.pt 26 de Julho de 2016 às 17:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Glintt fechou os primeiros seis meses do ano com lucros de 692 mil euros, um aumento de 3% face ao mesmo período de 2015.

Em comunicado emitido à CMVM esta terça-feira, 26 de Julho, a tecnológica portuguesa destaca que este ano "foi já implementado um novo modelo organizativo, o qual dotou a companhia de uma estrutura mais eficiente nas vertentes societária, dirigente e operacional, como permitiu, em simultâneo, alavancar o crescimento da actividade e aumentar a competitividade no mercado, com menores custos de funcionamento e suporte".

O volume de negócios ascendeu a 33,1 milhões de euros, traduzindo um aumento de 9,2% face ao primeiro semestre de 2015.

A empresa explica que esta evolução "deve-se quer à actividade doméstica quer à actividade internacional, em particular nas geografias Espanha, Reino Unido, Irlanda e Brasil, verificando-se um contributo dos mercados internacionais de 29% do volume de negócios total".

A área de prestação de serviços cresceu 10,9% para 27 milhões, enquanto a componente de vendas aumentou 2% para 6 milhões de euros.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) situou-se em 4 milhões, mais 15,6% face ao período homólogo. A margem EBITDA passou de 11,4% para 12,1%.

Quanto às perspectivas futuras, a tecnológica portuguesa realça que vai" manter o foco no sector da saúde – em especial farmácias e hospitais", mas também continuará "a investir noutros sectores de mercado onde o seu "know-how, sobretudo em consultoria aplicacional e de negócio, aliado ao domínio de soluções próprias e diferenciadores, lhe permite apresentar aos clientes soluções ágeis e de elevado valor acrescentado", lê-se no mesmo comunicado.

Ver comentários
Saber mais CMVM Espanha Reino Unido Brasil Glintt tecnologias tecnológicas
Outras Notícias