Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Ibersol sobem 10% para 9,2 milhões em 2005

Os lucros da Ibersol aumentaram 10% em 2005 para os 9,2 milhões de euros quando comparando com o ano anterior, revelou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) acrescentando que o volume de negócios ascendeu a 142,4 milh

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 29 de Março de 2006 às 11:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os lucros da Ibersol aumentaram 10% em 2005 para os 9,2 milhões de euros quando comparando com o ano anterior, revelou a empresa em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) acrescentando que o volume de negócios ascendeu a 142,4 milhões de euros. O grupo de restauração admite a possibilidade de crescer por aquisições.

Segundo a mesma fonte, os 142,4 milhões de euros de vendas no período em análise comparam com os 139,4 milhões de euros registados em 2004, ou seja um aumento de 2,2% em termos homólogos.

O volume de vendas de Restauração em lojas próprias registou um crescimento de 2,4% e ascendeu a 136,5 milhões de euros contra 133,3 milhões de euros, em 2004, explica o comunicado.

A mesma fonte acrescenta que o resultado operacional, «que com a adopção dos IAS/IFRS é afectado pelos custos com os encerramentos das unidades», foi de 14,6 milhões de euros o que equivale a um crescimento de 1,7% em relação ao ano anterior. Já a margem EBITDA aumentou 2,6%, representando 16,8% das vendas.

O peso dos custos com pessoal subiu para 30,4% e o resultado financeiro foi negativo no montante de cerca de um milhão de euros, revela o comunicado.

A mesma fonte sublinha que, durante o período em análise, se registou a abertura de 30 lojas próprias das quais 26 em Portugal e quatro em Espanha e que foram encerradas nove unidades no primeiro e três franquias no país vizinho.

«Para além da crise económica que tem afectado negativamente o consumo e consequentemente as vendas de restauração, também a abertura de novos Centros comerciais tem vindo a induzir um forte efeito de canibalização das vendas nos ‘shoppings’ existentes (que estimamos tenha ascendido a 2% do volume de negócios total)», salienta a Ibersol.

Para o futuro pretendem «ser o maior operador português de restauração multimarca e assumir uma presença crescente no mercado espanhol, onde procuraremos intervir activamente, quer através da implantação de novas unidades, quer através da aquisição de novos negócios».

As acções da Ibersol [ibrs] seguiam inalteradas nos 7,50 euros.

Outras Notícias