Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Recoletos em 2001 caem 82% com quebra na publicidade

A empresa de media espanhola Recoletos Companhia Editorial, detentora de 50% da Económica, anunciou que os seus lucros em 2001 registraram uma quebra de 82%, com a descida nas receitas de publicidade...

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 25 de Fevereiro de 2002 às 09:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A empresa de media espanhola Recoletos Companhia Editorial, detentora de 50% da Económica, anunciou que os seus lucros em 2001 registraram uma quebra de 82%, com a descida nas receitas de publicidade e um aumento dos custos na Argentina.

Os lucros líquidos caíram para os 6,5 milhões de euros face aos 35,1 milhões de euros conseguidos em igual período do ano anterior. Estes números falharam as expectativas dos analistas que contavam que os lucros da accionista da Económica, detentora de títulos como o «Diário Económico» e «Semanário Económico», ascendessem aos 12,5 milhões de euros.

As vendas da Recoletos somaram 246,4 milhões de euros, o que representou um acréscimo de 0,5%. As receitas de publicidade deverão ter registado uma descida de 10% em 2001.

As maiores exigências financeiras das suas unidades na Argentina, ajudaram os custos da Recoletos a crescerem 9% para os 24,39 milhões de euros.

A Recoletos, uma subsidiária da britânica Pearson, é responsável pela publicação do diário «Expansión», da semanário «Actualidad Económica», do jornal desportivo «Marca» bem como da revista «Telva». No Chile, a Recoletos detém o «Diário Financiero» e controla o «El Cronista» na Argentina.

As acções da Recoletos seguiam com uma valorização de 0,9% para os 4,49 euros.

Ver comentários
Outras Notícias