Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Teixeira Duarte caem 48,3% com impostos e provisão no BCP

Os resultados líquidos da Teixeira Duarte caíram 48,3% para os 11 milhões de euros, em 2003, penalizados pelas alterações na contabilização dos impostos e pela provisão de cerca de 25,8 milhões de euros para reflectir a desvalorização das acções do BCP, d

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 26 de Março de 2004 às 19:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os resultados líquidos da Teixeira Duarte caíram 48,3% para os 11 milhões de euros, em 2003, penalizados pelas alterações na contabilização dos impostos e pela provisão de cerca de 25,8 milhões de euros para reflectir a desvalorização das acções do BCP, divulgou a empresa.

«A penalização mais significativa (para os lucros) advém do aumento do valor dos impostos sobre os lucros, resultante da contabilização neste exercício do reajuste da taxa de IRC aplicada aos impostos diferidos anteriormente apurados, bem como ao aumento dos custos fiscalmente não aceites», explica a construtora.

A margem de EBIT subiu de 6,7% para 9,7% enquanto a margem de EBITDA, ou «cash flow» operacional, subiu de 12,2% para 13,5%.

Os proveitos operacionais cresceram 3,2% para os 820 milhões de euros «apesar de uma conjuntura muito adversa», refere o comunicado da construtora.

Os custos operacionais atingiram os 709,8 milhões de euros, um crescimento de 1,7% face ao ano anterior.

No mercado externo, os proveitos operacionais aumentaram 90% na actividade de imobiliário da Teixeira Duarte. Em contrapartida, os proveitos operacionais resultantes da actividade de construção e obras públicas, o «core business» do grupo português, caíram 9,2%.

As acções da Teixeira Duarte [TXDE] encerraram inalteradas, a valer 1 euro.

Outras Notícias