Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros do banco Popular Portugal aumentam 12,1% (correcção

O Banco Popular Portugal registou, nos primeiros seis meses do ano, um resultado líquido consolidado da ordem dos 23,6 milhões de euros, mais 12,1% do que no período homólogo do ano anterior.

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 20 de Julho de 2006 às 12:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Popular Portugal registou, nos primeiros seis meses do ano, um resultado líquido consolidado da ordem dos 23,6 milhões de euros, mais 12,1% do que no período homólogo do ano anterior.

O crescimento do produto bancário (+22,8%), da margem de exploração (+30,4%) e do activo líquido (+26%) assentaram, de acordo com a instituição, "no forte aumento do crédito concedido (+23%), crescimento dos recursos de balanço (+22%) e fora do balanço (+52%), assim como na melhoria dos principais indicadores de gestão, nomeadamente a eficiência operativa (sem amortizações) que se fixou em 39,65%".

O activo líquido ascendeu a 6.580 milhões de euros, aumentando 26%. Desde total, 84% é constituído por crédito concedido a clientes.

O crédito concedido atingiu os 5.559 milhões de euros, aumentando 1.055 milhões (23%)  relativamente ao ano anterior. O crédito à habitação cresceu 18% e o crédito à construção 6%.  

O rácio de incumprimentos definido pelo Banco de Portugal ascendia, no final de Junho, a 1,79%. A cobertura do crédito vencido por provisões para riscos de crédito aumentou de 112% no primeiro semestre de 2005 para 117% nos primeiros seis meses de 2006.

Os custos com pessoal do Banco Popular Portugal aumentaram no semestre 10,8% para os 24,3 milhões de euros.

Na apresentação dos resultados do banco, António Pujol, vice-presidente da instituição e presidente da comissão executiva,   adiantou nos primeiros seis meses do ano foram inaugurados oito novos balcões, acrescentando que o plano de expansão da rede vai prosseguir no segundo semestre do ano, com a abertura de 20 novas agências. No final de 2006 o banco tem previsto ter em Portugal 174 balcões, admitindo António Pujol que o objectivo definido para 2007, de atingir as 200 agências, possa ser antecipado.

Actualmente o Banco Popular Portugal representa entre 7,5 e 8% no negócio do grupo espanhol.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias