Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros do Totta crescem 15,2% no primeiro semestre com controlo de custos (act)

O Totta, quarto maior banco português, anunciou hoje que os lucros do primeiro semestre aumentaram 15,2%, para 135,4 milhões de euros, com a instituição financeira controlada pelo Santander a conseguir aumentar as receitas e manter os custos.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 22 de Julho de 2004 às 08:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No primeiro semestre os custos de transformação do Totta cresceram 0,5% para 202,6 milhões de euros, com os gastos com pessoal a decrescerem 0,3% e os outros gastos administrativos a aumentarem 2,2%.

Com o produto bancário a crescer 4,6% e os custos estáveis o Totta conseguiu uma melhoria do rácio de eficiência, que atingiu os 42,5%, contra 44,2% no período homólogo de 2003, «em linha com o objectivo do banco de obter um rácio de eficiência de 40%, no final do próximo triénio».

Em Junho de 2004, o rácio de capital situou-se em 11,8% (11,6% em Junho de 2003), de acordo com o Banco de Portugal, e em 12,2% (12,3% em Junho de 2003) de acordo com o critério BIS. O Tier I atingiu 9,1%, de acordo com ambos os critérios.

O crédito bruto total sobre clientes atingiu 22,079 mil milhões de euros no final de Junho de 2004, mais 5,8% que no período homólogo do ano anterior. «A evolução deve-se sobretudo à rubrica de crédito à habitação, a qual registou um crescimento homólogo de 14,8%, e ao crédito ao consumo que subiu cerca de 21,2%», explica o banco.

Os recursos de clientes totais subiram 10,4% e atingiram 26,627 mil milhões de euros.

Na banca de investimento o Banco Santander de Negócios Portugal atingiu no final do primeiro semestre de 2004 um resultado líquido agregado de 16,8 milhões de euros, um acréscimo de 5% face ao período homólogo de 2003.

Durante o primeiro semestre de 2004 a Totta Seguros comercializou junto das três redes Totta, Crédito Predial e Santander Portugal, seguros de vida cujo valor dos prémios emitidos alcançou os 271,6 milhões de euros, ao mesmo nível do período homólogo.

Outras Notícias