Desporto Luís Filipe Vieira constituído arguido por tráfico de influências

Luís Filipe Vieira constituído arguido por tráfico de influências

Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, foi constituído arguido, sendo formalmente suspeito de tráfico de influências, noticia o Correio da Manhã.
Luís Filipe Vieira constituído arguido por tráfico de influências
Negócios 30 de janeiro de 2018 às 13:34

Em causa estará a relação suspeita com o juiz desembargador Rui Rangel que, juntamente com a sua ex-mulher Fátima Galante, é o principal alvo de uma mega-operação da PJ que está a decorrer esta terça-feira, por fortes suspeitas de corrupção em decisões que tomaram, ao longo dos anos, em tribunais superiores.

 

A PJ está a fazer buscas nas casas de Luís Filipe Vieira e de Rui Rangel, vizinhos no Dafundo, e também na SAD do clube, no estádio da Luz.

 

O Benfica já confirmou a realização de buscas por parte das autoridades, sem especificar o local, mas assinalou que a investigação em curso "não tem por objecto" o clube lisboeta, tetracampeão nacional de futebol.

 

"O Sport Lisboa e Benfica confirma a realização de buscas no âmbito de uma investigação que não tem por objecto o clube e que se encontra em segredo de justiça", indica a nota publicada no sítio oficial na Internet.

 

Segundo o CM, a operação da Polícia Judiciária inclui também buscas ao gabinete de Rui Rangel, à casa da sua ex-mulher e às residências do advogado José Sousa Martins e do seu filho.

 

A Lusa adianta que as buscas já resultaram em cinco detidos, entre os quais dois advogados e um oficial da justiça. A operação vai incluir cerca de 30 buscas e envolve 150 inspectores da PJ, sendo a maior unidade nacional de combate à corrupção.


(Notícia actualizada às 13:45)



pub